STR / AFP
STR / AFP

Com dores no ombro direito, Maria Sharapova desiste de torneio em São Petersburgo

Tenista russa tem sofrido com problemas físicos desde que retomou a carreira após ser flagrada em um exame antidoping

Redação, Estadão Conteúdo

30 de janeiro de 2019 | 14h19

Os problemas físicos atrapalharam mais uma vez a tenista russa Maria Sharapova no circuito profissional. Nesta quarta-feira, a ex-número 1 do mundo teve que desistir do Torneio de São Petersburgo, em seu país natal, por causa de dores no ombro direito. Ela havia vencido a australiana Daria Gavrilova na estreia, na última segunda, e enfrentaria a compatriota Daria Kasaktina, cabeça de chave 3, pelas oitavas de final.

"Trabalho duro há meses para me recuperar (o ombro direito), mas sem sucesso até agora. Mas tenho muito trabalho pela frente", disse Sharapova, detentora de cinco títulos de Grand Slam na carreira, após anunciar a desistência em São Petersburgo.

Com apenas um mês de temporada, esta já é a segunda vez que Sharapova tem que desistir de uma competição. Logo na primeira semana de 2019, a russa abandonou o Torneio de Shenzhen, na China, nas quartas de final, quando perdia para a bielo-russa Aryna Sabalenka por 6/1 e 4/2. O problema foi na coxa esquerda, sendo que também entrou em quadra com uma proteção no ombro direito, operado em 2008.

Aos 31 anos, a russa vem sofrendo problemas físicos e na última temporada disputou apenas 11 torneios. Desde o problema com o doping e a suspensão de 15 meses, não foi mais a mesma que se tornou a número 1 do mundo. Conquistou apenas um título - em Tianjin, na China, no final de 2017.

Cabeça de chave número 3, Kasatkina foi "bye" na primeira rodada e, assim, avançou às quartas de final em São Petersburgo sem precisar pisar em quadra ainda.

 

 

Mais conteúdo sobre:
tênisMaria Sharapova

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.