Dalvatore Di Nolfi/AP
Dalvatore Di Nolfi/AP

Com Federer, Suíça perde nas duplas e vê Holanda encostar

Ao lado de Marco Chiudinelli, astro do tênis perde por 3 sets a 2

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2015 | 12h13

A Suíça perdeu a chance de fechar o confronto diante da Holanda e garantir vaga no Grupo Mundial da Copa Davis neste sábado. Mesmo atuando diante de seu torcedor, em Genebra, o país perdeu a partida de duplas e agora lidera por 2 a 1. A boa notícia é que uma vitória nos últimos dois confrontos de simples, neste domingo, garante os suíços na elite do tênis por mais um ano.

Já a Holanda pôde celebrar o fato de continuar viva na disputa. E isso só foi possível graças ao suado triunfo de Thiemo de Bakker e Matwe Middelkoop sobre Roger Federer e Marco Chiudinelli por 3 sets a 2, com parciais de 7/6 (9/7), 4/6, 4/6, 6/4 e 6/1.

Apesar do resultado, os suíços seguem com o favoritismo. Isso porque dependem apenas de uma vitória de Roger Federer, vice-líder do ranking mundial, sobre De Bakker, 144.º, para fechar o confronto. Em caso de zebra, ainda garantirão vaga se Stan Wawrinka, 4.º, passar por Jesse Huta Galung, 436.º.

Se os suíços deixaram a Holanda encostar, a Polônia soube aproveitar o fator casa para pular à frente no duelo com a Eslováquia. Em Gdynia, os donos da casa fizeram 2 a 1 graças ao triunfo de Lukasz Kubot e Marcin Matkowski sobre Andrej Martin e Igor Zelenay por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4.

Agora, Martin Klizan, 33.º do mundo, precisará confirmar seu favoritismo sobre Jerzy Janowicz, 61.º, para manter os eslovacos vivos. Se isso acontecer, a vaga na elite do tênis mundial será decidida entre Michal Przysiezny, 143.º, e Norbert Gombos, 121.º.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa Davis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.