Tsering Topgyal/AP
Tsering Topgyal/AP

Com Nadal nas duplas, Espanha vence e se garante na elite da Davis em 2017

Astro bate dupla da Índia ao lado do compatriota Marc López

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2016 | 17h04

Ao lado de Marc López, com quem faturou a medalha de ouro olímpica nos Jogos do Rio, Rafael Nadal assegurou a volta da Espanha para o Grupo Mundial da Copa Davis ao vencer o jogo de duplas na série contra a Índia, pelos playoffs, em Nova Délhi, fazendo 3 a 0 no confronto.

Neste sábado, em uma quadra dura, Nadal e Lopez superaram, de virada, os indianos Leander Paes e Saketh Myneni por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/6 (7/2), 6/4 e 6/4, em 3 horas 23 minutos. Assim, também impediram que o veterano Paes, de 43 anos, se tornasse o tenista com mais vitórias em jogo de duplas na Davis - com 42 triunfos, ele está empatado com o italiano Nicola Pietrangeli.

Nadal estava escalado para jogar na última sexta-feira uma das partidas de simples, por causa de dores no punho esquerdo. Neste sábado, porém, ele atuou normalmente, indicando que o problema pode estar superado e sendo decisivo para o terceiro triunfo espanhol na série - na sexta-feira, David Ferrer bateu Myneni, enquanto Feliciano Lopez superou Ramkumar Ramanathan.

Com essa vitória, a Espanha voltará a jogar na Davis pela primeira vez desde 2014. Naquela oportunidade, perdeu para Alemanha na rodada inicial e depois caiu para o Brasil na repescagem, em duelo disputado no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

OUTROS CONFRONTOS

Em confrontos já encerrados neste sábado, Japão, Austrália e Canadá também se garantiram na elite da Davis em 2017. Com Kei Nishkori, a equipe japonesa fez 3 a 0 diante da Ucrânia em Osaka. O triunfo foi assegurado pelo número 5 do mundo e Yuichi Sugita, que superaram Artem Smirnov e Sergiy Stakhovsky por 6/3, 6/0 e 6/3.

Em Sydney, os australianos superaram os eslovacos Andrej Martin e Igor Zenelay por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/2, 6/7 (2/7) 7/6 (7/2). Assim, a equipe capitaneada por Lleyton Hewitt também se garantiu na elite da Davis no próximo ano.

Em casa, em Halifax, Vasek Pospisil e Adil Shamasdin bateram os chilenos Nicolas Jarry e Hans Podlipnik-Castillo por 6/3, 6/4 e 7/6 (8/6), também garantindo a classificação da equipe canadense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.