Thomas Peter / Reuters
Thomas Peter / Reuters

Com 'pneu', Del Potro arrasa sérvio e encara Fognini na semifinal em Pequim

Em Pequim, Gasquet elimina Anderson e encara Nishikori na semifinal

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2018 | 10h46

Cada vez mais embalado na quadra dura do Torneio de Pequim, o argentino Juan Martín del Potro não deu qualquer chance ao sérvio Filip Krajinovic, nesta sexta-feira, e garantiu seu lugar na semifinal. O principal favorito ao título aplicou um "pneu" no adversário e fechou a partida por 6/3 e 6/0, em apenas 62 minutos de jogo.

Quarto do mundo, o argentino atropelou o 36º do ranking ao caprichar no saque. Foram 12 aces e um aproveitamento de 83% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. Del Potro salvou três break points e terminou a partida sem perder o saque. Ao mesmo tempo, impôs cinco quebras sobre o rival.

Em sua segunda participação na competição chinesa - caiu na segunda rodada no ano passado -, Del Potro ainda não perdeu set. No sábado, ele terá um adversário extra em quadra: um resfriado. O argentino admitiu que jogou nesta sexta em condições longe das ideais e espera se recuperar para fazer um bom duelo na briga pela vaga na final.

Do outro lado da quadra, o cabeça de chave número 1 terá pela frente o italiano Fabio Fognini, quarto pré-classificado, na semifinal. Para avançar nesta sexta, o tenista da Itália superou o húngaro Marton Fucsovics por duplo 6/4. Fognini é o atual 13º do mundo e, entre os seus três títulos da temporada, está o que conquistou em São Paulo, no Brasil Open.

A outra semifinal na capital chinesa terá o britânico Kyle Edmund, quinto cabeça de chave, e o georgiano Nikoloz Basilashvili, grande surpresa destas semifinais. Edmund, 16º do ranking, avançou ao derrotar o sérvio Dusan Lajovic por 6/3 e 7/6 (7/4), enquanto Basilashvili (34º) bateu o tunisiano Malek Jaziri, por duplo 6/2. Jaziri havia sido o algoz do alemão Alexander Zverev, segundo cabeça de chave e um dos maiores favoritos ao título.

TORNEIO DE TÓQUIO

Ainda sem perder sets no Torneio de Tóquio, o local Kei Nishikori se garantiu na semifinal ao vencer mais uma na quadra dura da competição japonesa, de nível ATP 500. Nesta sexta-feira, o favorito da torcida da casa superou o grego Stefanos Tsitsipas por 2 sets a 0, com duplo 6/3, em 1h22min de confronto.

Terceiro cabeça de chave e atual número 12 do mundo, Nishikori dominou o rival desde o início de jogo e não sofreu maiores ameaças. Tsitsipas, 15º do mundo, chegou a faturar uma quebra de saque no primeiro set. Mas não foi além disso. O japonês obteve quatro quebras, em 11 oportunidades e assegurou o triunfo.

Dono de dois títulos em Tóquio, o tenista da casa vai enfrentar na semifinal o francês Richard Gasquet, oitavo cabeça de chave. O experiente tenista da França, 25º do mundo, derrubou nesta sexta o sul-africano Kevin Anderson em dois tie-breaks, com parciais de 7/6 (8/6) e 7/6 (7/4). Anderson era o segundo cabeça de chave e atual vice-campeão de Wimbledon.

Na outra semifinal na capital japonesa, o canadense Denis Shapovalov vai duelar com o russo Daniil Medvedev, num confronto da nova geração. Para tanto, o tenista do Canadá precisou superar o alemão Jan-Lennard Struff por 4/6, 7/6 (9/7) e 6/4. Já Medvedev bateu o canadense Milos Raonic, sexto cabeça de chave, por 7/6 (7/4) e 6/3. Raonic tem três vice-campeonatos em Tóquio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.