Com Rafael Nadal, Brasil Open bate recorde de público

A presença ilustre de Rafael Nadal, heptacampeão de Roland Garros e ex-número 1 do mundo, levou o Brasil Open a bater recorde de público neste ano. Contando com lotação esgotada em cinco dos sete dias, a competição atinge a marca de 57.465 espectadores no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

FELIPE ROSA MENDES, Agência Estado

17 de fevereiro de 2013 | 10h38

O público deste ano é 27% superior ao da edição de 2012, quando 45.700 torcedores assistiram aos jogos do torneio de nível ATP 250. Em 2013, as arquibancadas do Ibirapuera só não estiveram lotadas na segunda-feira (4.536 presentes), primeiro dia de competições da chave principal de simples, e na quarta (6.429). Nos demais, foi alcançada a marca de 9.300 torcedores no ginásio.

O sucesso de público coroa a aposta da organização em trazer Nadal de volta ao Brasil. O espanhol, campeão aqui em 2005, escolheu disputar o Brasil Open por causa do saibro, dos rivais de menor expressão e pela proximidade com os Torneios de Viña Del Mar, no Chile, e Acapulco, no México. Voltando de lesão, Nadal não queria arriscar seu joelho em pisos duros.

Foi justamente a busca por um bom público que levou os organizadores a transferir o torneio da Costa do Sauipe para São Paulo em 2012. A competição foi disputada na Bahia entre 2001 e 2011. Mas a localização dificultava a promoção do evento e muitos jogos eram realizados com arquibancadas vazias e sem a presença tenistas de maior relevância no circuito profissional. A partir do ano passado, o Brasil Open passou a ser disputado em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.