Sarah Stier/AFP
Sarah Stier/AFP

Com seus parceiros, Melo e Soares estreiam com vitórias no US Open

Pelas duplas mistas, Marcelo Demoliner caiu em sua primeira partida

Estadão Conteúdo

30 Agosto 2018 | 22h46

Bruno Soares e Marcelo Melo estrearam com vitória no US Open, com seus respectivos parceiros, nesta quinta-feira. Os dois tenistas brasileiros venceram com tranquilidade, sem ceder sets, pela rodada de abertura da chave de duplas masculinas. Pelas duplas mistas, Marcelo Demoliner caiu em sua primeira partida.

No embalo dos títulos em Washington e Cincinnati, Soares e o escocês Jamie Murray venceram o argentino Guido Pella e o espanhol Albert Ramos-Viñolas pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3.

"Foi uma estreia muito boa. Jogamos super bem, mantendo o ritmo de Toronto, Washington e Cincinnati, com muita determinação. Estou muito feliz", celebrou Soares, campeão do US Open há dois anos ao lado de Murray. "A torcida brasileira como sempre apareceu e fez barulho. É muito bacana o clima aqui. Nesse calor sei que não está fácil acompanhar os jogos direto, mas o público compareceu e é sempre muito bom jogar com a casa cheia."

Na segunda rodada, brasileiro e britânico vão enfrentar o neozelandês Marcus Daniell e o holandês Wesley Koolhof. Soares ainda jogará nas duplas mistas, ao lado da ucraniana Elina Svitolina, contra os checos Roman Jevaby e Lucie Hradecka.

Já Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot bateram o mexicano Hans Hach Verdugo e o sueco Andreas Siljestrom com parciais de 6/3 e 7/6 (7/2). em 1h25min. Verdugo e Siljestrom substituíram o canadense Vasek Pospisil e o espanhol Fernando Verdasco, que desistiram da chave horas antes da estreia. Na sequência, Melo e Kubot vão duelar com o indiano Divij Sharan e o neozelandês Artem Sitak.

Marcelo Demoliner, por sua vez, caiu logo na estreia nas duplas mistas. Ele e a espanhola María José Martínez Sánchez foram batidos pela checa Andrea Sestini Hlavackova e pelko francês Edouard Roger-Vasselin por 7/6 (10/8) e 6/1. Nas duplas masculinas, Demoliner ainda está vivo na competição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.