Getty Images
Getty Images

Com Teliana, equipe do Brasil é chamada para encarar a Alemanha na Fed Cup

Duelo acontecerá em quadra de saibro em Florianópolis e será em melhor de cinco

Redação, Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2020 | 22h00

A equipe do Brasil está definida para o confronto com a Alemanha pelos playoffs da Fed Cup. Nesta sexta-feira, com o retorno de Teliana Pereira, a capitã Roberta Burzagli convocou o time nacional para o duelo, agendado para os dias 7 e 8 de fevereiro em Florianópolis (SC) e que valerá uma vaga na fase final do torneio.

Além de Teliana, Roberta também convocou Gabriela Cé, Carolina Meligeni Alves, Luisa Stefani e Laura Pigossi, mantendo a base da equipe que venceu o Zonal Americano da Fed Cup em 2019, depois perdendo para a Eslováquia.

A grande novidade, porém, é a presença de Teliana (373ª no ranking da WTA), que foi convocada pela 26ª vez para defender o Brasil na Fed Cup. Gabriela Cé, atualmente a número 233 do mundo, foi chamada pela 15ª oportunidade. Carolina Meligeni Alves (396ª) está na sétima convocação. Luisa Stefani (67ª no ranking de duplas da WTA) também retorna ao time.

Convocada pela última vez em 2014, Laura Pigossi (398ª no ranking de simples e 140ª no ranking de duplas) voltará a defender o Brasil. E Thaísa Pedretti, jovem tenista de 20 anos que já compete no circuito internacional, foi convidada para treinar juntamente com a equipe durante o período.

"Eu e a comissão técnica escolhemos essas atletas com base no ranking, principalmente pelo ótimo 2019 que elas tiveram, assim como a Thaísa, que foi convidada para treinar com o time pela ótima temporada. Temos uma pequena mudança em relação aos confrontos anteriores, com duas atletas que se integram ao grupo (Teliana Pereira e Laura Pigossi), mas todas elas se conhecem muito bem, assim como eu as conheço. Todas estiveram presentes no Encontro Internacional de Treinamento, em Florianópolis, o que também foi muito positivo. Temos ainda a volta da Teliana Pereira, que é bastante importante ela estar na equipe. Voltou a jogar depois de um período parada, já obteve um ranking muito bom e certamente a sua experiência vai ser um fator super positivo para a equipe", destacou Roberta.

O duelo entre Brasil e Alemanha será realizado em uma quadra de saibro do Costão do Santinho, em Florianópolis (SC), com o piso tendo sido escolhida pela comissão técnica da equipe nacional. A preparação começará em 2 de fevereiro para o duelo em melhor de cinco jogos e que levará o vencedor para as finais da Fed Cup, marcadas para abril, em Budapeste.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisFed CupTeliana Pereira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.