Cristiano Andujar/Divulgação
Cristiano Andujar/Divulgação

Com vitória tranquila, Teliana vai às quartas em Florianópolis

Brasileira supera a japonesa Risa Ozaki por 2 sets a 0 no sul

Estadão Conteúdo

29 de julho de 2015 | 17h02

Depois de uma estreia complicada, Teliana Pereira não teve maiores problemas para superar a japonesa Risa Ozaki nesta quarta-feira e avançar às quartas de final do WTA de Florianópolis. A número 1 do Brasil venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, em 1h20min de partida no saibro do Costão do Santinho.

Atual número 78 do mundo, Teliana soma agora pontos suficientes para alcançar sua melhor posição no ranking da WTA. Ela deve aparecer no Top 70 na próxima lista, a ser divulgada na próxima segunda-feira. Até então sua melhor colocação era a 74ª, obtida em junho deste ano.

"Eu estava me sentindo melhor em quadra hoje, com outra postura. Aproveitei mais o jogo, desfrutei e consegui construir melhor os pontos, sendo bem mais agressiva," disse Teliana, que precisou permanecer 3h04min em quadra para derrotar a argentina Maria Irigoyen, na terça. "Estou muito feliz e como eu venho dizendo, quero continuar melhorando a cada dia."

Para seguir avançando na competição e no ranking, a brasileira vai enfrentar nas quartas a alemã Laura Siegemund, sétima cabeça de chave. A tenista, 128ª do ranking, venceu nesta quarta a búlgara Elitsa Kostova por 6/3 e 6/1. Teliana, quarta cabeça de chave, só enfrentou a rival da Alemanha uma vez no circuito, ainda em 2007, e perdeu.

"Ela é uma ótima jogadora. A gente se conhece faz tempo. Ela é muito determinada, raçuda e preciso elevar o meu nível de jogo para vencer. Vou descansar para estar bem amanhã e entrar em quadra aproveitando e dando o meu máximo", disse Teliana, ao projetar seu duelo das quartas de final.

Se vencer, a brasileira poderá ficar perto da decisão do título, uma vez que duas das favoritas ao troféu foram eliminadas nesta quarta. A alemã Tatjana Maria, cabeça de chave número 1 do torneio, que poderia ser rival de Teliana na semifinal, e a croata Ajla Tomljanovic, segunda cabeça de chave, se despediram da chave de simples.

Ainda nesta quarta, a letã Anastasija Sevastova derrotou a paraguaia Veronica Cepee Royg por 7/6 (7/4), 4/6 e 6/4. Nas quartas, vai duelar com a espanhola Maria-Teresa Torro-Flor, responsável pela queda da favorita Tatjana Maria.

DUPLAS

Poucas horas após vencer sua segunda partida na chave de simples, Gabriela Cé foi eliminada nas duplas, jogando ao lado da venezuelana Andrea Gamiz. Elas foram superadas nas quartas de final por Mandy Minella, de Luxemburgo, e por Maria-Teresa Torro-Flor, por 6/2 e 6/3.

Mais cedo, Nanda Alves e Laura Pigossi se despediram do torneio ao serem batidas pela russa Marina Melnikova e pela espanhola Laura Pous-Tio por duplo 6/4. As duas brasileiras já haviam sido eliminadas na chave de simples. Com estes resultados, o Brasil não conta mais com representantes nas duplas em Florianópolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.