Pierre Albouy/Reuters
Pierre Albouy/Reuters

Com vitórias de Federer e Zverev, Time Europa fatura o tricampeonato da Laver Cup

Equipe formada por alguns dos principais jogadores europeus não deu chance para o Time Mundo na competição

Redação, Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2019 | 18h31

Com vitórias conquistadas neste domingo pelo suíço Roger Federer e pelo alemão Alexander Zverev, o Time Europa bateu o Time Mundo e garantiu a conquista do tricampeonato da Laver Cup, em Genebra (SUI), e manteve a sua hegemonia na competição, na qual anteriormente ganhou as suas duas primeiras edições, em 2017, na cidade de Praga, na República Checa, e em 2018, em Chicago, nos Estados Unidos.

O título foi assegurado com um triunfo de Zverev na última partida do dia. Atual sexto colocado do ranking mundial, ele sofreu, mas superou o canadense Milos Raonic por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/5 e 10/4, em partida decidida apenas no super tie-break, como prevê o regulamento deste torneio quando é preciso a disputa de um set de desempate.

Horas mais cedo, Federer fez valer a sua condição de terceiro colocado do ranking mundial atuando em seu país ao superar o norte-americano John Isner com parciais de 6/4 e 7/6 (7/3). Este triunfo deu sobrevida ao Time Europa na competição e a chance a Zverev de garantir título. No fim das contas, após três dias de disputas do torneio, a sua equipe acabou triunfando pelo placar final de 13 a 11 sobre o Time Mundo.

Antes destas vitórias dos tricampeões, o Time Mundo chegou a ter esperança de ficar com o título ao iniciar o dia com o norte-americano Taylor Fritz batendo o austríaco

Dominic Thiem, o quinto colocado da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (5/7) e 10/5. E os vice-campeões ainda ganharam a partida de duplas do dia, com Isner e o seu compatriota Jack Sock derrotando Federer e o grego Stefanos Tsitsipas, também por 2 a 1, de virada, com 5/7, 6/4 e 10/8.

Logo após conquistar a vitória que assegurou o título, Zverev caiu no chão para comemorar e depois "desapareceu" quando Federer, o espanhol Rafael Nadal e o capitão sueco Bjorn Borg, técnico da equipe, pularam sobre o alemão para festejar.

Disputada desta vez em quadra rápida coberta na Suíça, a Laver Cup teve neste ano uma equipe liderada por Federer e Nadal, atual vice-líder do ranking, e que ainda contou com Thiem, Zverev, Tsitsipas e o italiano Fabio Fognini. Do outro lado, o Time Mundo foi formado pelos norte-americanos Isner, Sock e Fritz, pelos canadenses Raonic e Denis Shapovalov e pelo australiano Nick Kyrgios, todos sob o comando do lendário ex-tenista dos Estados Unidos John McEnroe.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRoger FedererAlexander Zverev

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.