Divulgação
Divulgação

Com Zverev, Marcelo Melo mantém treinos nos EUA à espera do retorno do circuito

Apesar da pandemia, brasileiro vem reforçando o preparo físico e também técnico em quadra em Tampa, na Flórida

Redação, Estadao Conteudo

20 de março de 2020 | 21h58

Apesar da pandemia do novo coronavírus, o tenista brasileiro Marcelo Melo mantém a rotina de treinos nos Estados Unidos. Ao lado do amigo Alexander Zverev, atual número sete do mundo em simples, o duplista vem reforçando o preparo físico e também técnico em quadra em Tampa, na Flórida.

Melo está nos EUA em razão da disputa dos Masters 1000 de Indian Wells e de Miami. Os torneios estavam marcados para o mês de março, mas foram cancelados devido ao covid-19. A suspensão do circuito profissional de tênis acabou sendo prolongado na sequência e agora a previsão é de retorno somente no início de junho.

"Decidi ficar treinando aqui nos Estados Unidos, seguindo todo um planejamento para esse período sem torneios, que a princípio era de seis semanas e, agora, foi prolongado. Cada tenista está fazendo sua programação para enfrentar essa pausa provocada pela pandemia", comenta Melo.

Após treinar na própria estrutura de Indian Wells, o ex-número 1 do mundo de duplas passou a se preparar na Saddlebrook Tennis Academy, em Tampa. "O Sascha (Zverev), grande amigo, mais uma vez me convidou para treinar em Saddlebrook. Já vim em algumas semanas de pré-temporada e é muito bom estar de volta. Treino com ele às vezes aqui, às vezes nos torneios. O que temos a fazer durante essa pausa é manter a forma treinando e ficar na expectativa de voltar a jogar assim que a situação permitir.

Zverev também diz se sentir em casa na academia norte-americana. "Saddlebrook é como se fosse a minha segunda casa. Venho há muito tempo aqui. É treinar, aproveitar toda esta estrutura e esperar que tudo fique bem logo, no meu país, no Brasil e em todo o mundo", afirma o tenista alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.