Contusão ainda atormenta Safin

A onda de surpresas no Masters Series de Roma também pegou o tenista russo Marat Safin. O número 2 do ranking perdeu na segunda rodada para o suíço Roger Federer, por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 7/6 (7/5). A eliminação de Safin na Itália vai manter o brasileiro Gustavo Kuerten por pelo menos mais uma semana na liderança do ranking mundial. O único que poderia alcançá-lo na classificação seria o tenista russo. Assim, Guga vai chegar à sua 17ª semana - não consecutivas - como o número 1 do tênis mundial. Com mais esta derrota, Safin prova que vive mesmo um ano muito complicado, depois de ter sido o recordista de títulos (sete) em 2000. Sua única boa campanha na atual temporada foi o vice-campeonato em Dubai, justamente o primeiro torneio de 2001. Na partida final, ele sentiu uma contusão nas costas e deu de presente o título para o espanhol Juan Carlos Ferrero. Depois disso, o russo não conseguiu repetir seu bom nível de jogo. Caiu nas primeiras rodadas de Indian Wells, Miami e Montecarlo. Agora em Roma, embora tenha chegado à segunda rodada, ele deixa claro que ainda está sentindo o problema nas costas. O seu serviço - uma de suas maiores armas - esteve muito abaixo da eficiência característica, denunciando ainda as dores na região do ombro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.