AGIF
AGIF

Convidada, Gabriela Cé surpreende e elimina francesa no Rio Open

Jovem brasileira, apenas 261ª do ranking e convidada para a chave principal, bate Pauline Parmentier, 95ª do mundo, com direito a pneu

Estadão Conteúdo

16 de fevereiro de 2015 | 21h05

A primeira vitória brasileira na chave principal de simples do Rio Open veio com a surpreendente Gabriela Cé na noite desta segunda-feira. A tenista de 21 anos, apenas a 261ª colocada do ranking, superou a francesa Pauline Parmentier, 29 anos e 95ª do mundo, com direito a um "pneu": 6/2, 6/7 (1/7) e 6/0.

Com o resultado, Gabriela obteve a maior vitória de sua carreira, já que fazia sua estreia na chave principal de um torneio de nível WTA. Na segunda rodada, a jovem tenista vai enfrentar a sueca Johanna Larsson, quinta cabeça de chave. A sueca avançou com facilidade, graças ao abandono da espanhola Maria-Teresa Torro-Flor no terceiro set, quando Larsson liderava por 6/7 (5/7), 7/6 (7/3) e 4/2.

Na quadra central do Rio Open, Gabriela Cé surpreendeu o público pela determinação demonstrada desde o início da partida. A gaúcha lutou desde os primeiros pontos e conseguiu se impor no saque da rival por duas vezes, vencendo o set inicial. Embalada, chegou a abrir vantagem na segunda parcial. Mas a adversária francesa reagiu, empatou e venceu no tie-break.

Depois do revés no set anterior, a brasileira entrou em quadra mais confiante. E passou a acumular quebra atrás de quebra sobre a francesa. Emplacou um "pneu", sem ceder sequer um game à rival.

Antes da estreia de Gabriela, duas cabeças de chave confirmaram o favoritismo e avançaram na chave. A romena Irina-Camelia Begu, 2ª pré-classificada, vencera a australiana Olivia Rogowska por 6/1 e 6/3. A americana Madison Brengle, quarta cabeça de chave, superara a romena Ana Bogdan, que desistiu quando perdia por 6/4 e 3/3. Também avançaram a americana Grace Min e a espanhola Lourdes Dominguez Lino.

Na chave principal masculina, o finlandês Jarkko Nieminen bateu o italiano Marco Cecchinato, algoz de Fabiano de Paula na final do qualifying, por 4/6, 6/3 e 7/5. E o austríaco Andreas Haider-Maurer despachou o espanhol Albert Ramos-Vinolas por 3/6, 6/3 e 6/2.
Tudo o que sabemos sobre:
tênisRio OpenGabriela Cé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.