Frank Franklin II/AP
Frank Franklin II/AP

Coric salva 6 match points, supera Tsitsipas e avança no US Open; Kvitova vence

Croata triunfa por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (2/7), 6/4, 4/6, 7/5 e 7/6 (7/4) em 4h36 de jogo

Redação, Estadão Conteúdo

05 de setembro de 2020 | 11h20

Na melhor e mais longa partida desta edição do US Open, o croata Borna Coric derrotou o grego Stefanos Tsitsipas, sexto do mundo, por 3 sets a 2, e avançou às oitavas de final da competição. Coric, 32º do ranking da ATP, mostrou muita superação ao salvar seis match points no duelo e venceu com parciais de 6/7 (2/7), 6/4, 4/6, 7/5 e 7/6 (7/4) em 4h36 de jogo. Na chave feminina, a checa Petra Kvitova confirmou o favoritismo e avançou à próxima fase sem perder sets.

Coric está em sua sétima participação no US Open e alcançou pela segunda vez as oitavas, repetindo o feito de 2018. O jovem croata busca ir às quartas de um Grand Slam pela primeira vez na carreira. Seu próximo adversário em Nova York será o australiano Jordan Thompson (63º), que venceu o cazaque Mikhail Kukushkin (90º) por 7/5, 6/4 e 6/1.

Já Tsitsipas fez sua terceira participação no US Open. Seu melhor resultado em um Grand Slam é a semifinal do Aberto da Austrália do ano passado. Nesta sexta, o grego ficou muito perto de avançar. Ele venceu a primeira parcial no tie-break, dominou boa parte do jogo, mas não manteve o ritmo diante de um oponente sólido no fundo da quadra e que respondia as suas investidas.

Coric esteve atrás do placar em vários momentos do duelo. Mas, apesar dos erros não forçados, ele mostrou ser muito competitivo e reverteu uma desvantagem impressionante. O croata chegou a estar perdendo por 5/1 no quarto set, mas novamente apostou na consistência no fundo da quadra para salvar três match points neste período, desestabilizar o adversário e conseguir vencer a parcial por 7/5. Tsitsipas chegou a rir da situação.

O último set se desenrolou com muitos erros e quebras de serviços para os dois lados. Um pouco abalado emocionalmente, o grego ficou atrás, chegou a ensaiar uma reação, mas cometeu uma dupla falta. A noite era mesmo de Coric, que fechou o set no tie-break e assegurou a suada vitória em Nova York depois de mais de 4 horas em quadra.

FEMININO

Bicampeã de Wimbledon e em busca de um título inédito no US Open, Petra Kvitova foi às oitavas sem perder um set sequer. A checa, número 12 do mundo e sexta cabeça de chave do torneio, venceu com tranquilidade a norte-americana Jessica Pegula (63ª), por 2 a 0, parciais de 6/4 e 6/3, em 1h23 de jogo.

Kvitova, de 30 anos, tem como melhor resultado no Gramd Slam norte-americano as quartas de final em 2015 e 2017. Ele enfrenta na próxima fase outra tenista dos Estados Unidos: Shelby Rogers, 93ª do ranking, que venceu a compatriota Madison Brengle por 6/2 e 6/4. Roger foi algoz de Serena Williams ao eliminar a veterana na semifinal do Torneio de Lexington, no mês passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.