Crise da Davis começa a ser solucionada

A escolha do treinador da equipe do Brasil para a Copa Davis será feita pelos próprios jogadores. Quem garante é o novo vice-presidente técnico da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), o ex-tenista Fernando Meligeni. Ele, inclusive, participou, ao lado do presidente da entidade, Jorge Lacerda da Rosa, de uma reunião com os principais atletas do País, com exceção de Gustavo Kuerten."Muita coisa está mudando para melhor no tênis brasileiro", garantiu Meligeni, que até poderá ser o novo escolhido pelos jogadores. "O cargo de capitão da Davis vai exigir maior participação do treinador, como acompanhar torneios, ajudar os juvenis, aliás como já deveria ser feito." Outro nome cotado para ocupar o cargo de técnico da Davis é o de Larri Passos. O anúncio só será feito nos próximos dias, quando for definida a equipe que irá enfrentar a Colômbia, em Bogotá, de 4 a 6 de março. Nesta primeira reunião, realizada no Parque Villa-Lobos, em São Paulo, jogadores como Ricardo Mello, André Sá e Flávio Saretta já se mostraram dispostos a defender o Brasil.A CBT também já deu um belo passo para solucionar a crise da Davis. Jorge Lacerda da Rosa manteve contato com o presidente da ITF, Francesco Ricci Bitti, e, apesar das dívidas deixadas por Nelson Nastás, como o pagamento de duas anuidades, no valor cada uma de US$ 33 mil, o Brasil não será impedido de jogar o torneio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.