Davis: Espanha a um passo da final

A Espanha está a apenas uma vitória de sua classificação para a final da Copa Davis de 2003. No primeiro dia de jogos, em Málaga, os espanhóis deram um verdadeiro "ole´" nos argentinos, ao abrirem vantagem de 2 a 0. Juan Carlos Ferrero, o festejado número 1 do mundo, aplicou um convincente 3 a 0 em Gaston Gaudio, com parciais humilhantes de 6/4, 6/0 e 6/0. Mais emocionante foi a vitória de Carlos Moya, com uma virada sobre Mariano Zabaleta, ao marcar 5/7, 2/6, 6/2, 6/0 e 6/1.Agora, basta a Espanha outro bom resultado nas duplas deste sábado para ir a decisão no título. Estão escalados Alex Corretja e Albert Costa para enfrentarem Lucas Arnauld e Agustin Calleri.Na outra semifinal, em Melbourne, Austrália e Suíça empatam por 1 a 1. No primeiro jogo, Lleyton Hewitt ganhou de Michael Kratchovil por 6/4, 6/4 e 6/1, e o campeão de Wimbledon, Roger Federer, tratou de empatar o confronto ao superar Mark Philippoussis por 6/4, 6/4 e 7/6 (7/3). A dupla neste sábado passa a ser um ponto muito mais importante do que já é, com os australianos - Wayner Arthurs e Todd Woodbrige - levando certo favoritismo diante de Federer e Marc Rosset, o capitão do time suíço, que resolveu se escalar.Em Málaga, na Espanha, o provável boicote de Guillermo Coria e David Nalbandian ao técnico argentino Gustavo Luza voltou a ser assunto.Gaston Gaudio, depois de sua humilhante derrota, justificou. "Eu pelo menos vim jogar e não fiz como Coria e Nalbandian que alegaram contusões. Dei a cara para bater. Fiz o que pude, diante do Ferrero, que jogou muito melhor", afirmou. Enquanto isso, Zabaleta não deu sorte diante de Moya. Venceu os dois primeiros sets e depois sentiu uma lesão na perna direita e cedeu a derrota.Nos confrontos do play off, os Estados Unidos estão ameaçados de cairem para a segunda divisão. O badalado Andy Roddick decepcionou na cidade de Bratislava, República Eslovaca, ao perder para Dominik Hrbaty por 3/6, 6/3, 6/4 e 6/4. Este resultado marcou o fim de uma série de 19 vitórias seguidas do norte-americano. O ponto de empate dos Estados Unidos veio com Mardy Fish, que superou Karol Kucera por 4/6, 7/5, 7/5 e 6/1.A decepção ficou para a Inglaterra, que sofreu nas quadras de saibro do Marrocos. Tim Henman perdeu para Hicham Arazi por 6/4, 6/4 e 7/6 (7/4), enquanto Greg Rusedski caiu diante de Younes El Aynaoui por 3/6, 6/3, 6/4, 3/6 e 6/1.A Alemanha empata por 1 a 1 diante da Bielo Rússia. No primeiro jogo, o brasileiro Thomas Behrend - que joga pela Alemanha - perdeu em cinco sets para Max Mirnyi, com parciais de 5/7, 2/6, 7/6 (7/2), 6/2 e 6/4, enquanto o número 1 alemão, Rainer Schuettler empatou a série ao superar Vladimir Voltchkov por 6/3, 3/6, 6/7 (7/3), 6/4 e 6/4. A Holanda marca 2 a 0, na Índia: Martin Verkerk ganhou de Roban Boppana por 5/7, 6/3, 5/7, 7/6 (9/7) e 12/10, enquanto Sjeng Schalken superou Prakosh Amritraj por 6/3, 6/1 e 6/1. E o ídolo da Tailândia, Paradorn Srichaphan conseguiu equilibrar o confronto com a República Checa, ao vencer seu jogo diante de Bohdan Ulihrach por 7/6 (7/2), 6/2 e 7/6 (7/4), enquanto Jiri Novak ganhou de Danai Udomchoke por 6/2, 6/2 e 7/6 (7/1).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.