Davis: Funk embala festa brasileira

A equipe brasileira da Copa Davis largou a raquete e comemorou a vitória sobre o Marrocos e a classificação para as quartas-de-final, no ritmo da nova onda carioca, o funk. Descontraídos, Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni lideraram as brincadeiras na boite Mistura Fina, no Rio, com muita gente bonita e divertida. Guga manteve o bom humor e as ironias com os novatos do time, Alexandre "Sandy" Simoni e Flávio Saretta, o "professor" de funk.Nesta terça-feira, todos os tenistas retomam a rotina de treinos. Guga ainda terá um dia de compromissos com patrocinadores, mas logo volta às quadras preparando-se para seu primeiro torneio da ATP no saibro desde que conquistou Roland Garros, no ano passado. O brasileiro é o cabeça-de-chave número 1 do ATP Tour de Buenos Aires e espera fazer uma boa campanha para não deixar o russo Marat Safin distanciar-se na liderança do ranking da entradas.A diferença de Safin para Guga continua em 40 pontos, como divulgou a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) nesta segunda-feira. Como os confrontos da Copa Davis foram realizados quatro cantos do planeta, neste final de semana, as listas de rankings praticamente não tiveram alterações. Assim, o brasileiro mantém a vice-liderança, com 4.225 pontos, contra 4.264 do russo. Esta semana, porém, Guga vai perder 245 pontos, referentes ao título conquistado em Santiago, do Chile, no ano passado. Como ele não joga neste período, apenas descarta resultado e pode recuperar em Buenos Aires, a partir do dia 19. O torneio da Argentina vai distribuir um pouco mais de pontos do que em Santiago. Com premiação de US$ 600 mil, dá ao campeão 350 pontos na lista de entradas e 50 para a corrida dos campeões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.