Ali Haider/EFE
Ali Haider/EFE

Davydenko sofre, mas vence na estreia do ATP de Dubai

Sexto colocado do ranking mundial confirma favoritismo e supera Florent Serra por 2 sets a 1, de virada

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 11h41

O russo Nikolay Davydenko sofreu para vencer na sua estreia no ATP de Dubai, nesta terça-feira, nos Emirados Árabes. Cabeça de chave número 4 da competição, ele precisou jogar três sets para bater o francês Florent Serra por 2 a 1, de virada, com parciais de 6/7, 6/4 e 6/1.

Ao afastar a possível surpresa logo na primeira rodada, Davydenko terá pela frente agora o alemão Michael Berrer, que na estreia eliminou o ucraniano Sergiy Stakhovsky com uma vitória por 2 sets a 0, com 6/4 e 7/6.

Além de Davydenko, outros dois cabeças de chave confirmaram o seu favoritismo em jogos já encerrados nesta terça-feira em Dubai. Em um deles, o croata Marin Cilic, relacionado como sexto principal tenista da competição, não teve grandes dificuldades para estrear com um triunfo sobre o francês Arnaud Clement, com parciais de 6/2 e 6/4.

Com o resultado, Cilic irá enfrentar na segunda rodada o austríaco Stefan Koubek, que passou pelo espanhol Feliciano Lopez em sua estreia.

Já o espanhol Tommy Robredo, que assumiu a condição de cabeça de chave número 9 ao substituir o lesionado Roger Federer, arrasou o francês Julien Benneteau por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em sua estreia.

Agora, na segunda rodada, Robredo irá encarar o austríaco Jurgen Melzer, que em seu primeiro desafio em Dubai superou o italiano Simone Bolelli.

Também nesta terça-feira, o britânico Andy Murray, cabeça de chave número 3, soube que irá enfrentar na segunda rodada o sérvio Janko Tipsarevic, que aplicou 7/6 e 7/5 sobre o italiano Andreas Seppi na estreia.

Em outro confronto desta terça-feira, o indiano Somdev Devvarman derrotou o italiano Marco Chiudinelli por 2 sets a 0, com 6/4 e 7/5, e irá enfrentar o cipriota Marcos Baghdatis na próxima rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisATPDubaiNikolay Davydenko

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.