Ben STANSALL / AFP
Ben STANSALL / AFP

De virada, Murray supera alemão e avança à 3ª rodada em Wimbledon

Em jogo emocionante de quase quatro horas, britânico vence por 3 sets a 2

Redação, Estadão Conteúdo

30 de junho de 2021 | 20h20

Nova batalha, nova vitória. Andy Murray mais uma vez mexeu com as emoções da torcida local em Wimbledon ao buscar a virada para superar o alemão Oscar Otte por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 4/6, 4/6, 6/4 e 6/2, num confronto de 3h50min, em Londres. O tenista escocês já havia sofrido para vencer na estreia, em quatro sets.

Dono de dois títulos na grama londrina, Murray saiu na frente no placar. Mas levou a virada no terceiro set. E aí precisou mostrar poder de superação e grandes jogadas, principalmente cruzadas, para reagir no quarto e quinto sets. A quadra central vibrou com a vitória do tenista da casa.

Na terceira rodada, Murray deve ter mais dificuldade diante do canadense Denis Shapovalov. O décimo cabeça de chave vai chegar mais descansado ao duelo porque não precisou jogar sua partida da segunda rodada. O espanhol Pablo Andújar não entrou em quadra nesta quarta-feira.

O terceiro dia desta edição de Wimbledon não contou com maiores surpresas. Todos os cabeças de chave que jogaram pela segunda rodada venceram: o russo Andrey Rublev (5º), o argentino Diego Schwartzman (9º), o local Daniel Evans (22º), o russo Karen Khachanov (25º) e o italiano Fabio Fognini (26º).

Ainda pela primeira rodada, o espanhol Pablo Carreño Busta (11º) caiu na estreia, assim como experiente francês Jo-Wilfried Tsonga. Os demais pré-classificados não decepcionaram. Avançaram o búlgaro Grigor Dimitrov (18º), italiano Lorenzo Sonego (23º) e o americano Taylor Fritz (31º).

Já a chave feminina contou com zebras nesta quarta. Pela segunda rodada, a americana Sofia Kenin se despediu de Wimbledon ao ser superada pela compatriota Madison Brengle por 6/2 e 6/4. A quarta cabeça de chave foi a campeã do Aberto da Austrália da temporada passada. Também foram eliminadas a americana Jessica Pegula (22ª), a croata Petra Martic (26ª) e a veterana Venus Williams, derrotada pela tunisiana Ons Jabur (21ª) por 7/5 e 6/0.

Também pela segunda rodada venceram nesta quarta-feira a belarussa Aryna Sabalenka (2ª), a polonesa Iga Swiatek (7ª), a checa Karolina Pliskova (8ª), a espanhola Garbiñe Muguruza (11ª), campeã em Londres em 2017, a belga Elise Mertens (13ª), a americana Madison Keys (23ª), e a casaque Elena Rybakina (18ª). Embada após despachar a checa Petra Kvitova na estreia, a americana Sloane Stephens venceu mais uma e avançou à terceira rodada.

Pela rodada de abertura, o resultado mais surpreendente do dia foi a derrota arrasadora sofrida pela canadense Bianca Andreescu (5ª) diante da francesa Alize Cornet, por 6/2 e 6/1. Andreescu foi campeã do US Open em 2019. A suíça Belinda Bencic (9ª) também decepcionou ao cair diante da eslovena Kaja Juvan por duplo 6/3.

Entre as cabeças de chave que estrearam nesta quarta os destaques foram a belarussa Victoria Azarenka (12ª), a ucraniana Elina Svitolina (3ª), a russa Anastasia Pavlyuchenkova (16ª), a checa Karolina Muchova (19ª), a espanhola Paula Badosa (30ª) e a russa Daria Kasatkina (31ª).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.