Jayne Kamin-Oncea/USA Today Sports
Jayne Kamin-Oncea/USA Today Sports

Del Potro atropela Raonic e enfrentará Federer na final em Indian Wells

Argentino leva a melhor por 2 sets a 0 com parciais de 6/2 e 6/3 em apenas 66 minutos de jogo

Estadão Conteúdo

17 de março de 2018 | 20h10

Com uma grande atuação, o argentino Juan Martín del Potro arrasou o canadense Milos Raonic com parciais de 6/2 e 6/3, neste sábado, em apenas 66 minutos, e se credenciou para enfrentar Roger Federer na decisão do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos.

+ Leia mais notícias sobre tênis

+ Federer vence Coric de virada, obtém nova marca e buscará o hexa em Indian Wells

+ Naomi Osaka surpreende Simona Halep e fará final de Indian Wells

+ Daria Kasatkina vence Venus Williams de virada e é finalista em Indian Wells

Horas mais cedo, o tenista suíço sofreu para confirmar favoritismo ao bater o croata Borna Coric por 2 sets a 1, de virada, com 5/7, 6/4 e 6/4, na outra semifinal do torneio norte-americano. A disputa pelo título entre os dois velhos conhecidos do circuito profissional será neste domingo, a partir das 17 horas (de Brasília).

Este será o 25º confronto entre Federer, atual número 1 do mundo, e Del Potro, o oitavo colocado, que segue consolidando o seu retorno à boa fase depois de ficar temporadas afastado das quadras por causa de lesões graves no punho.

O suíço tem ampla vantagem no retrospecto, com 18 vitórias e seis derrotas, mas a última vez que foi superado em um torneio nos Estados Unidos foi justamente diante do argentino, nas quartas de final do US Open do ano passado, quando eliminou o rival do Grand Slam realizado em Nova York.

Também em 2017, porém, Federer levou a melhor sobre Del Potro, no Torneio de Basileia e nos Masters 1000 de Xangai e Miami. Essa é a segunda vez que o tenista sul-americano vai à final em Indian Wells, onde foi vice-campeão em 2013, caindo na decisão diante do espanhol Rafael Nadal.

No jogo deste sábado contra Raonic, ex-Top 10 que hoje ocupa a 38ª posição da ATP, Del Potro foi soberano. Além de confirmar todos os seus saques sem oferecer chances de quebra, aproveitou quatro de cinco oportunidades de ganhar games no serviço do canadense para encaminhar o seu triunfo em sets diretos de forma rápida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.