Shaun Best/Reuters
Shaun Best/Reuters

Del Potro massacra Nadal e vai à final do US Open

Argentino bate o favorito espanhol com um triplo 6/2; espanhol perdeu seu 3.º jogo em duas temporadas

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2009 | 16h00

O argentino Juan Martin Del Potro surpreendeu neste domingo e massacrou o espanhol Rafael Nadal, número três do mundo, na semifinal do US Open. O tenista sul-americano aplicou 3 sets a 0, com um triplo 6/2 e garantiu vaga na final do Grand Slam americano. Na decisão, terá pela frente o vencedor do confronto entre Roger Federer, número 1 do mundo, e o sérvio Novak Djokovic.

Veja também:

especial US OPEN - Leia mais sobre o torneio

especial QUIZ - Responda às perguntas sobre o US Open

especial INFOGRÁFICO - Saiba tudo sobre o torneio

Nadal não perdia um jogo por 3 sets a 0 desde o Aberto da Austrália do ano passado, quando caiu na semifinal diante do francês Jo-Wilfried Tsonga, por 6/2, 6/3 e 6/2. Desde então, venceu três torneios de Grand Slam e sofreu apenas duas derrotas, ambas por 3 a 1, para o escocês Andy Murray, na semifinal do US Open de 2008, e para o sueco Robin Soderling, nas oitavas de final de Roland Garros deste ano.

Neste domingo, o espanhol entrou em quadra desgastado após jogar as quartas de final no sábado, contra o chileno Fernando González. O jogo teve início na quinta-feira, mas foi interrompido por causa da chuva, que persistiu na sexta-feira e exigiu mudanças na programação do torneio.

Del Potro, por outro lado, não jogava desde quinta, quando eliminou o croata Marin Cilic e avançou à semifinal. Mais descansado, o argentino mostrou um forte ritmo em quadra neste domingo e não deu chances ao adversário. Ele começou o jogo quebrando o serviço de Nadal logo no primeiro game.

O número 3 do ranking tentou reagir em seguida, com três chances de quebra, mas Del Potro mostrou eficiência no saque e neutralizou as investidas do espanhol. No segundo set, o argentino obteve mais duas quebras, com jogadas fulminantes. Nadal novamente teve dificuldade para se impor no saque do rival e desperdiçou mais dois break points.

No último set, Del Potro foi ainda mais soberano, atacando com winners desconcertantes - acertou 33 em toda a partida, contra 19 do espanhol. Dessa forma, obteve mais duas quebras e não cedeu nenhum break point ao rival, fechando o jogo após 2h20min.

Com esta vitória, Del Potro se tornou o segundo argentino a chegar à final do US Open. O primeiro foi Guillermo Villas, que levantou a taça em 1977. Se vencer a final desta segunda-feira, Del Potro encerrará um jejum de cinco anos sem título de um argentino em torneios de Grand Slam. O último campeão foi Gaston Gaudio, em Roland Garros, em 2004.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.