Michael Bradley / AFP
Michael Bradley / AFP

Del Potro supera Ferrer e faz final com Bautista Agut em Auckland

Já no Torneio de Sydney, final será disputada por duas zebras

Estadão Conteúdo

12 Janeiro 2018 | 10h26

Donos de títulos do Torneio de Auckland, ATP 250 preparatório para o Aberto da Austrália, o argentino Juan Martin del Potro e o espanhol Roberto Bautista Agut se enfrentarão neste sábado pela decisão do evento neozelandês após vencerem suas respectivas semifinais nesta sexta-feira.

+ Melo e Kubot vencem final e abrem temporada com título em Sydney

+ Kerber vence fácil Cibulkova e se garante nas semifinais em Sydney

Segundo cabeça de chave e número 12 do mundo, Del Potro, campeão em 2009 em Auckland, venceu o espanhol David Ferrer, dono de quatro taças do evento e 38º colocado no ranking, por duplo 6/4, em 1 hora e 45 minutos, eliminado o ex-Top 3 e se classificando à final da primeira competição que disputa em 2018.

Além disso, Del Potro retornará ao grupo dos dez melhores tenistas do mundo na próxima atualização do ranking. Antes, neste sábado, tentará faturar o 21º título da sua carreira.

Para isso, terá que superar Bautista Agut (21º), atual campeão do torneio, que precisou de quase três horas para derrotar o holandês Robin Haase (43º) por 6/7 (7/9), 7/6 (7/3) e 7/6 (7/5). Del Potro está em vantagem de 3 a 1 no confronto com o espanhol.

ZEBRAS NA FINAL EM SYDNEY

O Torneio de Sydney, outro evento de nível ATP 250 disputado nesta semana e preparatório para o Aberto da Austrália, reunirá na decisão deste sábado duas "zebras": o russo Daniil Medvedev, oriundo do qualifying, e o australiano Alex de Minaur, que venceram suas semifinais de virada nesta sexta-feira.

Medvedev (84º) superou o italiano Fabio Fognini (27º) por 2/6, 6/4 e 6/1. Já De Minaur (167º), de apenas 18 anos, passou pelo francês Benoit Paire (42º) por 4/6, 6/1 e 6/1. Será a primeira final da carreira do australiano, que está em ascensão e foi semifinalista do Torneio de Brisbane na semana passada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.