Michael Reaves/AFP
Michael Reaves/AFP

Del Potro vence Raonic de virada e avança às semifinais em Miami

Argentino vai enfrentar o norte-americano John Isner após vitória com parciais de 5/7, 7/6 (7/1) e 7/6 (7/3)

Estadão Conteúdo

29 de março de 2018 | 01h34

O argentino Juan Martin Del Potro segue em grande fase no circuito mundial do tênis. Campeão recentemente do Masters 1000 de Indian Wells ao derrotar o suíço Roger Federer em uma épica decisão, o número 6 do mundo está a um passo de mais um final nos Estados Unidos após conquistar uma grande virada nesta quarta-feira.

+ Ostapenko bate Svitolina e vai à semifinal do Torneio de Miami

Del Potro se classificou às semifinais do Masters 1000 de Miami ao derrotar, em 2 horas e 52 minutos, o canadense Milos Raonic, o 25º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/1) e 7/6 (7/3).

Com o triunfo, Del Potro já igualou a sua melhor campanha em Miami, alcançada em 2009, quando parou nas semifinais. Além disso, obteve a 15ª vitória consecutiva e segue em busca do terceiro título seguido, pois também foi campeão do Torneio de Acapulco, um ATP 500 mexicano, antes de disputar os dois Masters 1000 nos Estados Unidos.

O duelo desta quarta foi equilibrado do começo ao fim, com Raonic vencendo o primeiro set ao aproveitar dupla-falta de Del Potro no seu único break na parcial, no 12º game, fazendo 7/5. Na segunda parcial, mesmo tendo recebido atendimento médico, o argentino não vacilou, salvou o único break point do rival e triunfou no tie-break.

A parcial decisiva foi a que os tenistas mais oscilaram, tanto que teve quatro quebras de serviços nos quatro games iniciais. Depois, a disputa seguiu novamente para o tie-break e Del Potro se deu melhor, avançando às semifinais em Miami e fazendo 3 a 2 no confronto direto com Raonic, a quem também havia superado nas semifinais em Indian Wells.

Nas semifinais do evento realizado em quadras duras em Miami, Del Potro terá pela frente o norte-americano John Isner, que nesta quarta fez 6/1 e 6/4 no sul-coreano Hyeon Chung.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.