Depois de 11 anos, Davis volta ao interior paulista

Sorocaba, a 90km de São Paulo, será a sede do confronto entre o Brasil e o vencedor de Colômbia x Uruguai

23 de janeiro de 2008 | 18h40

A Confederação Brasileira de Tênis (CBT) confirmou nesta quarta-feira que a cidade de Sorocaba, no interior paulista, a 90 quilômetros de São Paulo, vai sediar o próximo confronto do Brasil na Copa Davis, de 11 a 13 de abril, pelo Grupo 1 Sul-Americano. O adversário será decidido de 8 a 10 de fevereiro, no confronto entre Colômbia e Uruguai, em Punta Del Este. Se vencer esse confronto, o Brasil disputa novamente, em setembro, uma vaga no Grupo Mundial. A escolha de Sorocaba, em detrimento do Rio de Janeiro, marca a volta da competição ao interior do Estado depois de 11 anos. O último confronto foi em Ribeirão Preto, em 1997, quando o Brasil perdeu por 4 a 1 para os Estados Unidos, pela primeira rodada do Grupo Mundial. Na época, Gustavo Kuerten ainda não havia vencido nenhuma vez em Roland Garros e a equipe, com Fernando Meligeni e Jaime Oncins, foi facilmente derrotada pelos norte-americanos, liderados por Jim Courier e Malivai Washington. A prefeitura de Sorocaba já havia anunciado a escolha na semana passada, mas apenas nesta quarta-feira a CBT confirmou a decisão. O Tênis Clube de Sorocaba receberá os jogos, e o governo municipal vai ceder uma área vizinha para a construção de duas novas quadras, que serão usadas para treino durante a Davis - depois, será utilizada para aulas com crianças carentes. "O esporte deve ser usado para a inclusão social, e esse torneio servirá como modelo para muitos garotos", afirmou o vice-prefeito da cidade, Geraldo Caiuby. A cidade já está recebendo, nesta semana, a equipe brasileira feminina, que treina para a fase sul-americana da Fed Cup, a versão feminina da Davis, que será disputada na semana que vem, na Colômbia.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa Davis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.