Derrota deve levar Guga ao 15º lugar

Nem Gustavo Kuerten, nem Lleyton Hewitt. O duelo entre o brasileiro e o australiano número 1 do mundo ficou para depois. Neste domingo o espanhol Albert Costa derrotou Guga, praticamente sem dar chances ao brasileiro, marcando 6/4, 7/5 e 6/4, em 2h20, nas oitavas-de-final, na Quadra Philippe Chatrier. Hewitt foi derrotado pelo argentino Guillermo Cañas, que marcou 6/7 (1-7), 7/6 (15-13), 6/4 e 6/3. Nas quartas-de-final, Cañas enfrentará Costa. O brasileiro deve sair da lista do dez melhores do mundo, que será publicada na segunda-feira depois do torneio. Hoje ele ficaria por volta do 15º lugar na classificação. Guga defendia mil pontos por ter chegado ao título em 2001. Só conseguiu 150 no ranking mundial e 30 na Corrida dos Campeões. Invicto no torneio parisiense há 17 partidas, Guga tentou de tudo para virar o jogo, mas não conseguiu se impor diante de Costa. No primeiro set, perdeu o saque no segundo game, mas ainda conseguiu se recuperar na série, quebrando o serviço do espanhol no sétimo game. Mas no 10º Costa quebrou o saque de Guga e fez 6/4. Na segunda série, o brasileiro salvou três set points no 10º game, antes de perder a série no 12º. No terceiro set, no único break point que Guga teve a seu favor, no quinto game, Costa se salvou com um saque aberto. No 10º game, ele quebrou o serviço do brasileiro e fechou em 6/4. ?O Costa fez uma partida impecável, não me deixou fazer o meu jogo e também não me deu chances. Fiquei esperando uma oportunidade, mas não deu. Mas saio de Roland Garros de cabeça erguida, todo mundo viu que lutei até o final. Estava lutando contra um cara que estava jogando o melhor tênis dele e contra mim mesmo. Fui no limite do meu corpo?, disse Guga, sem mostrar tristeza por ter perdido. ?Estou me sentindo bem e feliz. Há alguns meses tive dúvidas quanto à minha participação aqui e pelo menos pude me emocionar na quadra e ficar entre os 16 melhores. Já estou me sentindo de novo um jogador top.? Guga agora vai descansar uma semana e depois começar a se preparar para disputar mais alguns torneios no saibro. Mais uma vez, não jogará na grama em Londres. ?Não vou jogar em Wimbledon este ano. A minha recuperação está indo melhor do que o esperado e não quero correr nenhum risco. Não tem como daqui a uma semana eu começar a me preparar para jogar lá. Vou tirar uma semana para descansar e depois vou ficar me recuperando e me preparando para o segundo semestre. Devo voltar a jogar no saibro. Essas últimas semanas me deram muita expectativa para o resto do ano.? Outro brasileiro, Andre Sá, que jogava duplas ao lado do eslovaco Dominik Hrbaty, também está fora de Roland Garros. Os checos Martin Damm e Cyril Suk marcaram duplo 6/3 neste domingo, na terceira rodada. Outros jogos: Alex Corretja (ESP) 6/3, 6/2 e 7/5 Mariano Zabaleta (ARG); Andrei Pavel (ROM) 6/1, 7/6 (11-9) e 6/4 Tommy Haas (ALE). Feminino ? Monica Seles (EUA) 6/4 e 7/5 Daniela Hantuchova (ESQ); Clarisa Fernandez (ARG) 3/6, 6/2 e 6/3 Elena Dementieva (RUS); Venus Williams (EUA) 6/3 e 6/2 Chanda Rubin (EUA); Mary Pierce (FRA) 6/1 e 6/2 Silvia Farina Elia (ITA); Serena Williams (EUA) 4/6, 6/0 e 6/1 Vera Zvonareva (RUS); Paola Suarez (ARG) 6/2, 2/6 e 6/4 Amelie Mauresmo (FRA); Jelena Dokic (IUG) 7/6 (7-3) e 6/2 Katarina Srebotnik (ESL); Jennifer Capriati (EUA) 6/4 e 6/4 Patty Schnyder (SUI).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.