Derrota deve tirar Sampras do top ten

Sete vezes campeão de Wimbledon, Pete Sampras, desta vez, caiu antes mesmo de chegar às quartas-de-final do torneio inglês. Com a derrota para o suíço Roger Federer por 3 sets a 2, parciais de 7/6 (9/7), 5/7, 6/4, 6/7 (7/2) e 7/5, o tenista norte-americano poderá ficar fora dos top ten (os dez primeiros) do ranking mundial pela primeira vez em mais de dez anos. O resultado foi a maior surpresa do dia, que teve também a eliminação do australiano Lleyton Hewitt para o francês Nicolas Escude.A derrota de Sampras confirma um ano de poucas conquistas para o tenista norte-americano, que na atual temporada conseguiu apenas o vice-campeonato de Indian Wells, quando perdeu na final para Andre Agassi. Sem bons resultados, o tênis deixa claro que não se pode viver apenas com a fama. Por isso, como Sampras não defendeu os pontos do título em Wimbledon conquistado ano passado, ele poderá agora deixar de figurar entre os dez primeiros do ranking mundial, o que não acontecia desde 1989.Federer, que tem 19 anos e é uma das maiores esperanças do tênis suíço, chega pela primeira vez às quartas-de-final de Wimbledon. No mês passado, alcançou esta mesma fase em Roland Garros. Este ano, Federer ganhou apenas um título, em Milão, em quadras de saibro.Outra decepção para a torcida foi a eliminação do australiano Lleyton Hewitt, que vinha de dois títulos seguidos em torneios de grama. Mas parece que nem mesmo ele resistiu à maldição da quadra 2, conhecido como o cemitério de favoritos do All England Club, e perdeu em cinco sets para o francês Nicolas Escude, parciais de 4/6, 6/4, 6/3, 4/6 e 6/4.Enquanto isso, o russo Marat Safin corre por fora. Já avisou as casas de apostas londrinas para ninguém gastar dinheiro com ele, mas contraria os próprios prognósticos e alcança as quartas-de-final com uma boa vitória sobre o francês Arnaud Clement por 6/0, 6/3 e 6/2. Agora, ele vai enfrentar o croata Goran Ivanisevic, que entrou na competição como ?wild card?, pois sequer tinha ranking para entrar na chave principal, e classificou-se para as quartas-de-final ao superar o britânico Greg Rusedski por 7/6 (7/5), 6/4 e 6/4.Sem dar chances para as surpresas, Andre Agassi chega às quartas-de-final sem perder um set sequer ainda na competição. Nesta segunda-feira, ele ganhou do alemão Nicolas Kiefer por 6/3, 7/5 e 7/5 e agora desafia Escude por vaga nas semifinais.Mulheres - No feminino já estão definidas todas classificadas para as quartas-de-final. Conchita Martinez ganhou da russa Lina Krasnoroutskaya por 6/3 e 6/4 e vai enfrentar a belga Justine Henin, que superou Anke Huber por 4/6, 6/2 e 6/2. Jennifer Capriati venceu Sandrine Testud por 6/1 e 6/2 e, na quinta feira, fará o jogo mais esperado do torneio, diante de Serena Williams, que eliminou Magdalena Maleeva por 6/2 e 6/1. A belga Kim Clijsters derrotou Maghann Shaughnessy por 7/6 (7/2) e 7/6 (7/5) e joga com a maior favorita ao título, Lindsay Davenport, que passou por Jelena Dokic com 7/5 e 6/4. Venus Williams, campeã do ano passado, arrasou Naida Petrova por 6/2 e 6/0 e enfrentará a francesa Nathalie Tauziat, que venceu a tailandesa Tamarine Tanasugarn por 6/3 e 6/2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.