Derrota não abala domínio de Federer no ranking da ATP

A derrota para o argentino Guillermo Cañas, na estréia do Masters Series de Indian Wells, não vai abalar o tranqüilo domínio de Roger Federer no ranking mundial. Sua vantagem de pontos para o segundo colocado na lista da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), o espanhol Rafael Nadal, é de mais de 3.700 pontos (8.210 contra 4.480). Para contemplar ainda mais essa liderança, o sistema de classificação mostra que pelo menos até Roland Garros, no final de maio, Nadal tem mais pontos para defender do que Federer. Uma situação bem cômoda para o atual número 1.O ranking é formado pelos melhores 18 resultados de um tenista em 52 semanas. Até Roland Garros, Federer tem 2.400 pontos para defender. São 500 de Indian Wells - que já terá de descontar -, mais 500 do Masters Series de Miami, 350 de cada uma das finais que perdeu para Nadal, em Roma e Montecarlo, e outros 700 pontos da decisão de Roland Garros, que também perdeu para o adversário espanhol.O total de pontos para Nadal defender até Roland Garros é de 2.525 pontos. Até o torneio em Paris, ele tem dois títulos de Masters Series para descontar: 500 de Roma e 500 de Montecarlo. Ainda possui 225 de Indian Wells, 300 de Barcelona e 1.000 de Roland Garros. A situação inverte-se no segundo semestre, quando o tenista suíço tem 1.000 pontos de Wimbledon e outros 1.000 do US Open.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.