Desmotivada, Mauresmo admite que pode se aposentar

A tenista francesa Amelie Mauresmo admitiu nesta quinta-feira que está pensando em se aposentar. Aos 30 anos, ela revelou que não tem mais motivação para continuar treinando e competindo, mas explicou que ainda irá refletir um pouco antes de tomar uma decisão definitiva.

AE, Agencia Estado

08 de outubro de 2009 | 17h04

"Desde que disputei o US Open (em agosto), estou tentando treinar, mas não consigo encontrar motivação para voltar a competir. Não quero forçar as coisas. Por isso, vou pensar um pouco antes de tomar a decisão se continuo a minha carreira", afirmou Mauresmo.

Ex-número 1 do mundo, Mauresmo ocupa atualmente apenas a 20ª colocação do ranking. Ao todo, ela soma 25 títulos na carreira de tenista profissional, incluindo dois em torneios do Grand Slam - em 2006, foi campeã do Australian Open e de Wimbledon.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisMauresmo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.