John Sommersli/Reuters/19/08/2011
John Sommersli/Reuters/19/08/2011

Detentor do título, Nadal vive sua pior véspera de US Open

Número 2 do mundo venceu apenas dois jogos na temporada de quadras rápidas

estadão.com.br,

24 de agosto de 2011 | 17h00

NOVA YORK - Desde quando nem era um verdadeiro astro do tênis mundial, Rafael Nadal não vive um momento tão ruim antes da disputa de um US Open. O atual número 2 do mundo chega ao último Grand Slam da temporada – em que defende o título de 2010 – com apenas duas vitórias em quadras rápidas desde Wimbledon. E duas dolorosas derrotas.

Neste ano, o espanhol fez a sua pior campanha dos últimos sete anos no US Open Series, como é chamada a série de torneios preparatórios ao Grand Slam americano. Só não foi pior do que em 2004, quando não passava de mais um tenista do circuito tentando galgar espaço aos 18 anos – nem sequer figurava entre os 50 melhores do mundo.

“Não dá para ficar pior”, desabafou o tio e técnico do espanhol, Toni Nadal. "Em Nova York preciso voltar a jogar o meu jogo. Ser agressivo, me mover mais rápido, jogar com mais intensidade e errar menos", disse Nadal. "Mas não sei se estarei 100% até lá. Só os primeiros jogos dirão."

No Masters de Montreal, primeiro torneio que disputou depois da derrota na final de Wimbledon, Nadal foi derrotado logo na estreia para o pouco expressivo croata Ivan Dodig, agora número 33 do ranking mundial. Na semana seguinte, em Cincinnati, foi um pouco mais longe: bateu Julien Benneteau e Fernando Verdasco antes de ser eliminado por Mardy Fish.

Pouco ritmo de jogo, baixa confiança e uma curiosa queimadura nos dedos da mão direita – pegou um prato quente em um restaurante – explicam um pouco da má fase do espanhol. Na segunda-feira, já começa o US Open. A promessa é de atuações melhores.

Tudo o que sabemos sobre:
TênisUS OpenRafael Nadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.