Will Oliver/EFE
Will Oliver/EFE

Dimitrov arrasa espanhol e fecha 1ª fase do ATP Finals com campanha perfeita

Búlgaro vence Pablo Carreño Busta por 2 sets a 0, com duplo 6/1

Estadão Conteúdo

17 Novembro 2017 | 19h58

Mesmo já classificado para as semifinais por antecipação, Grigor Dimitrov não relaxou nesta sexta-feira na rodada derradeira do Grupo Pete Sampras do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, em Londres. Embalado por duas vitórias na competição, o búlgaro arrasou o espanhol Pablo Carreño Busta por 2 sets a 0, com duplo 6/1, em apenas uma hora de confronto.

+ Soares e Murray batem Melo e Kubot e vão às semifinais do ATP Finals

Desta forma, Dimitrov fechou a sua participação neste estágio da competição com uma campanha perfeita, na qual anteriormente derrotou o belga David Goffin e o austríaco Dominic Thiem. Carreño Busta, por sua vez, só entrou neste ATP Finals na segunda rodada, após a desistência do seu compatriota Rafael Nadal, líder do ranking mundial, que abandonou o evento por causa de uma lesão no joelho logo após ser derrotado por Goffin na estreia.

Dimitrov já havia garantido também a liderança de sua chave, mas manteve o embalo para chegar invicto às semifinais deste sábado, quando terá pela frente o norte-americano Jack Sock, vice-líder do Grupo Boris Becker, às 18 horas (de Brasília). Este duelo irá definir o último finalista do importante torneio em Londres, onde na outra semifinal do dia o suíço Roger Federer vai encarar Goffin às 12 horas. Federer, assim como o búlgaro, foi à próxima fase com três vitórias em três jogos.

Substituto de Nadal, Carreño Busta fechou a sua participação neste ATP Finals com duas derrotas em dois jogos. Antes da partida desta sexta, ele havia sido batido por Thiem na quarta-feira em sua estreia. Assim, fechou a sua campanha na lanterna do Grupo Pete Sampras, enquanto Goffin foi às semifinais como vice-líder ao eliminar Thiem horas mais cedo, deixando o austríaco na terceira colocação.

Atual sexto colocado do ranking mundial, Dimitrov foi eliminado por Carreño Busta, hoje o 10º da ATP, na edição passada de Roland Garros, em piso de saibro. Porém, na quadra dura de Londres, o espanhol foi atropelado pelo búlgaro. Sem ter o saque ameaçado pelo adversário por nenhuma vez durante a partida, Dimitrov ainda converteu cinco de dez break points para encaminhar o duplo 6/1 de forma rápida.

Essa foi a sua terceira vitória sobre o espanhol em cinco confrontos com o espanhol, que também havia levado a melhor sobre o rival no Masters 1000 de Madri de 2016, também em piso de saibro. Antes disso, o búlgaro derrotou Carreño Busta no mesmo Masters de Madri, em 2014, e no Masters de Paris, em 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.