Tracey Nearmy / EFE
Tracey Nearmy / EFE

Dimitrov supera norte-americano em cinco sets e avança no Aberto da Austrália

Na próxima rodada, número 3 do mundo joga contra russo Alexandr Golpolov

Estadão Conteúdo

17 Janeiro 2018 | 11h54

O búlgaro Grigor Dimitrov avançou com muitas dificuldades à terceira rodada do Aberto da Austrália. No duelo que concluiu o dia de jogos desta quarta-feira em Melbourne, o número 3 do mundo precisou de cinco sets para superar o norte-americano Mackenzie McDonald, o 186º colocado no ranking da ATP, por 4/6, 6/2, 6/4, 0/6 e 8/6, após 3 horas e 25 minutos.

+ Nadal vence argentino e encara bósnio na 3ª rodada do Aberto da Austrália

+ Wozniacki, Svitolina e Ostapenko sofrem, mas avançam à 3ª rodada na Austrália

Além de ser o número 3 do mundo, Dimitrov também foi campeão do ATP Finals em 2017. Mas diante de um tenista vindo do qualifying e que até a sua estreia no Aberto da Austrália não havia vencido um jogo em quatro sets no circuito mundial do tênis, enfrentou muita resistência, além de ter sofrido pelo excesso de erros cometidos.

Mas embora seja pouco conhecido, McDonald possui no seu currículo os títulos do campeonato da NCAA individual e de duplas masculinas em 2016, nos Estados Unidos. E nesta quarta-feira ele chegou a aplicar um "pneu" antes de ser batido no set de desempate.

Após passar pelo americano, Dimitrov agora terá pela frente o russo Andrey Rublev, o número 32 do mundo, que derrotou o cipriota Marcos Baghdatis por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (5/7), 6/4 e 6/2.

Em outro jogo que fechou o dia de jogos em Melbourne, o ucraniano Alexandr Dolgopolov (37º) superou o australiano Matthew Ebden por 7/6, 6/3 e 6/4. Na terceira rodada do Aberto da Austrália, ele vai encarar o argentino Diego Schwartzman.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.