Ivan Milutinovic/Reuters - 09/11/2011
Ivan Milutinovic/Reuters - 09/11/2011

Djokovic admite que será difícil repetir temporada 2011

Neste ano, sérvio assumiu liderança no ranking da ATP e venceu 70 dos 76 jogos que disputou

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2011 | 16h41

ABU DABI - Em 2011, o tenista sérvio Novak Djokovic teve o melhor ano de sua carreira e dominou o circuito mundial. Ao todo, foram 70 vitórias em 76 jogos disputados e 10 títulos conquistados, incluindo três do Grand Slam (Aberto da Austrália, Wimbledon e US Open). Com isso, assumiu a liderança do ranking pela primeira vez na vida, posto no qual terminou a temporada. Agora, ele admite que será difícil repetir tamanho sucesso em 2012.

"Será uma tarefa difícil de conseguir. Mas você nunca sabe, nada é realmente impossível", disse Djokovic, mostrando confiança para a próxima temporada. "Tenho que acreditar nas minhas qualidades, nas minhas habilidades. Tenho que acreditar que eu posso repetir esse ano novamente. Penso que não faz sentido não ser otimista."

Para Djokovic, a razão para seu sucesso em 2011 foi o fortalecimento mental. "Para mim, demorou cinco anos no circuito profissional para realmente me entender, para jogar o mais perto da perfeição que eu posso, para estar mentalmente preparado e para ter a confiança para ganhar os maiores torneios", contou o tenista sérvio de 24 anos.

Agora, o número 1 do mundo já se prepara para a próxima temporada. O primeiro compromisso de Djokovic será um torneio de exibição em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, no qual estreia no dia 29 de dezembro contra o francês Gael Monfils.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisDjokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.