Djokovic arrasa e Nadal sofre para confirmar favoritismo na estreia em Pequim

Cinco vezes campeão do Torneio de Pequim, Novak Djokovic não tomou conhecimento do italiano Simone Bolelli em sua estreia nesta edição do ATP 500 chinês. O tenista sérvio venceu por 2 sets a 0, com duplo 6/1, nesta terça-feira, para se garantir na segunda rodada da competição que ele já conquistou em 2009, 2010, 2012, 2013 e 2014.

Estadão Conteúdo

06 de outubro de 2015 | 09h05

O líder do ranking mundial precisou de apenas 1h11min para despachar o 59º colocado da ATP, que sofreu a sua quarta derrota em quatro jogos diante do adversário. Assim, Djokovic se credenciou para encarar na próxima fase o chinês Ze Zhang, que na última segunda estreou derrotando o usbeque Denis Istomin com parciais de 6/3, 1/6 e 6/3.

Agora com um retrospecto de 25 vitórias em 25 jogos disputados na somatória de todas as suas participações no Torneio de Pequim, Djokovic fez valer com autoridade o seu favoritismo nesta terça-feira. Além de confirmar todos os seus saques, ele aproveitou cinco de dez chances de quebrar o serviço de Bolelli para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Bolelli, por sua vez, não converteu nenhum dos cinco break points cedidos pelo sérvio. Curiosamente, o italiano foi eliminado depois de ter passado no qualifying pelo irmão mais novo de Djokovic, Djordje. Com apenas 20 anos de idade, o garoto é apenas o 1502º tenista da ATP e ainda nesta terça irá estrear na chave de duplas de Pequim atuando ao lado de Novak, com quem jogará pela primeira vez em uma competição de primeiro nível do circuito profissional. Eles enfrentarão o australiano Michael Venus e o neozelandês Mao-Xin Gong.

NADAL SOFRE - Mas, se Djokovic segue em grande fase, Rafael Nadal por outro lado continua penando para conseguir recuperar o seu melhor tênis. Hoje na oitava posição do ranking mundial, o espanhol sofreu para confirmar seu favoritismo na estreia em Pequim, nesta terça, quando superou o chinês Di Wu, convidado da organização e hoje o 230º da ATP, por 2 sets a 0, com duplo 6/4.

Embora tenha vencido em sets diretos, Nadal chegou a ter o seu saque quebrado por quatro vezes na partida diante do azarão, que sucumbiu ao ver o espanhol converter seis de oito break points e assim liquidar o confronto em 1h26min.

Com o triunfo inesperadamente sofrido na estreia, o espanhol se garantiu na segunda rodada e terá como próximo rival o canadense Vasek Pospisil, que em outro jogo do dia bateu o dominicano Victor Estrella Burgos por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 7/5 e 6/0.

Também nesta terça, o australiano John Millman, que veio do qualifying, surpreendeu ao eliminar na estreia na chave principal o espanhol Tommy Robredo com uma vitória por 2 sets a 1, com 4/6, 6/1 e 6/0. Outro que foi à segunda rodada foi o taiwanês Yen-Hsun Lu, que passou fácil pelo francês Adrian Mannarino por 6/3 e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.