Cristinne Muschi/Reuters
Cristinne Muschi/Reuters

Djokovic arrasa Gasquet e vai à semifinal em Montreal

Sérvio bateu o francês por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2

AE, Agência Estado

09 de agosto de 2013 | 20h21

MONTREAL - Novak Djokovic precisou de apenas 51 minutos para vencer Richard Gasquet, atual número nove do mundo, nesta sexta-feira. Com um desempenho fulminante, o sérvio bateu o francês por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, e avançou à semifinal do Masters 1000 de Montreal.

A rápida vitória contrastou com o duro confronto contra o usbeque Denis Istomin, na quinta. Na noite passada, o número 1 do mundo suou durante duas horas para derrotar de virada o número 66 do ranking da ATP.

Desta vez, Djokovic encontrou pouca resistência do outro lado da quadra. E contou com grande aproveitamento no saque para acabar com as chances do apático Gasquet. Foram 11 aces, contra apenas três do adversário. Assim, Gasquet só conseguiu ameaçar o serviço do favorito em duas oportunidades, sem sucesso. Já Djokovic faturou quatro quebras.

Na semifinal, o número 1 do mundo terá missão mais complicada. Ele poderá cruzar com o espanhol Rafael Nadal, que vai enfrentar ainda nesta sexta o australiano Marinko Matosevic, uma das surpresas da competição.

Se o confronto entre os favoritos for confirmado, será o terceiro confronto deste ano. Cada um faturou uma vitória. Djokovic venceu na final do Masters de Montecarlo, enquanto Nadal levou a melhor na semifinal de Roland Garros.

O outro lado da chave já reservou uma surpresa para a decisão. A semifinal será disputada por tenistas da casa. Milos Raonic vai duelar com Vasek Pospisil, que contou com a sorte para avançar na competição. Seu rival, Nikolay Davydenko, abandonou após estar perdendo por 3/0 no primeiro set, nesta sexta. O russo alegou uma indisposição para desistir da partida.

Raonic, por sua vez, precisou suar em quadra para chegar à semifinal. Em um duelo equilibrado, acabou contando com a pressão e a instabilidade do letão Ernests Gulbis para vencer por 7/6 (7/3), 4/6 e 6/4. Os dois canadenses avançaram a uma semifinal de Masters 1000 pela primeira vez na carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.