Djokovic atropela rival da infância em Belgrado

O tenista número 2 do mundo, Novak Djokovic, acertou uma antiga pendência com um rival da infância ao derrotar na sexta-feira o esloveno Blaz Kavcic (6-3 e 6-2), passando à semifinal do Aberto da Sérvia.

ZORAN MILOSAVLJEVIC, REUTERS

29 de abril de 2011 | 19h55

Djokovic, que agora acumula uma invencibilidade de 26 partidas no ano, disputará no sábado uma vaga na final contra outro tenista da casa, seu amigo Janko Tipsarevic.

"Lembro muito bem de perder para Kavcic há dez anos num torneio sub-14, não esqueci aquele resultado, e tinha uma conta a acertar aqui hoje", disse Djokovic, com um sorriso amarelo, na entrevista à beira da quadra.

"Crescemos juntos e realmente lhe desejo tudo de bom em futuras tentativas", acrescentou.

O sérvio demonstrou nervosismo no segundo set, e admitiu que isso se deveu ao fato de jogar em casa.

"A pressão é parte do jogo, especialmente diante da sua torcida, mas é também uma sensação muito especial estar aqui, e estou ansioso para enfrentar Kanko. O mais importante é que a Sérvia terá um jogador na final."

A outra semifinal terá o italiano Filippo Volandri, que derrotou Marcel Granollers (6-2 e 6-4), contra o espanhol Feliciano Lopez, que venceu Albert Montanes (duplo 6-4).

Tudo o que sabemos sobre:
TENISSERVIADJOKOVIC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.