Alastair Grant / AP
Alastair Grant / AP

Djokovic bate Zverev e se isola na liderança de grupo do ATP Finals

No complemento da rodada do grupo 'Gustavo Kuerten', John Isner jogará contra Marin Cilic

Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2018 | 14h06

Com maiores dificuldades apenas no primeiro set, o sérvio Novak Djokovic venceu o alemão Alexander Zverev com parciais de 6/4 e 6/1, nesta quarta-feira, em Londres, e se isolou na liderança do Grupo Guga Kuerten do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Garantido na ponta do ranking mundial até o final da temporada, o jogador de Belgrado conquistou o seu segundo triunfo em dois jogos na importante competição, na qual abriu campanha superando o norte-americano John Isner, também por 2 sets a 0, na última segunda-feira.

No confronto que fechará a segunda rodada desta chave, às 18 horas (de Brasília) desta quarta, o tenista dos Estados Unidos vai enfrentar o croata Marin Cilic, que na estreia caiu em sets diretos contra Zverev. E, ao derrotar o alemão agora, Djokovic ficou mais próximo de assegurar classificação às semifinais.

No duelo desta quarta, o sérvio ficou sob pressão no nono game do primeiro set, então com o jogo empatado em 4 a 4. O tenista da Alemanha, atual quinto colocado do ranking mundial, teve duas chances de quebrar o saque do rival, mas desperdiçou ambas e depois acabou sendo superado com o saque na mão no décimo game.

Abalado pelas oportunidades que perdeu no game anterior, Zverev perdeu os três primeiros pontos que disputou neste game. Ele chegou a salvar dois set points, mas cometeu uma dupla falta no terceiro e acabou derrotado por 6/4.

Já a segunda parcial foi amplamente dominada por Djokovic, que não cedeu nenhum break point ao alemão e aproveitou as duas chances que teve de quebrar o serviço do rival para aplicar o 6/1 que liquidou o confronto após 1h16min de duelo.

Cinco vezes campeão do ATP Finals, o sérvio fechará a sua campanha na primeira fase do torneio na sexta-feira, quando terá Cilic pela frente e Zverev pegará Isner. Em grande fase, o número 1 do mundo acumula 33 vitórias em 35 jogos disputados em uma ótima sequência que ele iniciou na campanha do seu título de Wimbledon.

Assim, Djokovic arrancou para retornar à liderança do ranking mundial, ultrapassando o espanhol Rafael Nadal, vice-líder da ATP e que ficou fora desta competição em Londres por motivo de lesão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.