Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Gregorio Borgia/AP
Gregorio Borgia/AP

Djokovic busca 'serenidade mental' em ATP sérvio antes de Roland Garros

'Em Belgrado terei mais ritmo de jogo e alguns detalhes', avaliou o tenista número 1 do mundo

Redação, Estadão Conteúdo

23 de maio de 2021 | 16h08

Após perder o título do Masters 1000 de Roma para Rafael Nadal, o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, optou por disputar mais uma competição durante a preparação para o torneio de Roland Garros, com início marcado para o dia 30 de maio. Na semana que antecede o tradicional evento esportivo parisiense, o sérvio estará em seu país natal, em busca do título do ATP 250 de Belgrado, mas sem tirar Paris da cabeça.

"Estou preparando tudo para chegar ao topo em Roland Garros. Em Belgrado terei mais ritmo de jogo e alguns detalhes", disse o tenista em coletiva de imprensa. "Estamos finalmente livres aqui, a primeira semana de ATP em que podemos seguir a cartilha local. Isso dá mais serenidade mental e felicidade na preparação para Roland Garros", completou.

Apesar da derrota em Roma, Djokovic saiu de quadra satisfeito com o desempenho físico que teve durante a derrota por 2 sets a 1 sofrida diante de Nadal. Aos 34 anos, ele considera que consegue melhores atuações em jogos mais longos, principalmente contra jogadores mais jovens.

"Fiquei satisfeito da forma com que joguei em Roma, na final também, onde me senti que poderia ter jogado por mais algumas horas. Isso significa que estou pronto para batalhar em melhor de cinco sets. Jogar contra os mais jovens, eu prefiro melhor de cinco do que de três sets. Me sinto em forma e tenho mais experiência. Não me garante a vitória, mas sinto estar em melhor posição", comentou.

No ATP de Belgrado, o número 1 do mundo entra direto nas oitavas de final. O adversário de sairá da disputa entre o bielorrusso Egor Gerasimov e outro jogador que será definido durante as qualificatórias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.