Giampiero Sposito/Reuters
Giampiero Sposito/Reuters

Djokovic derrota Murray e faz nova final contra Nadal em Roma

Em três horas e dois minutos sérvio faz 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6 e 7/6 (7/2)

AE, Agência Estado

14 de maio de 2011 | 18h24

ROMA - Foi bastante sofrido e difícil, masNovak Djokovic segue invicto na temporada. Neste sábado, o tenista sérvio somou a sua 36ª vitória em 2011, ao derrotar o escocêsAndy Murray, e passou para a final do Masters 1000 de Roma, na Itália. Assim, ele terá neste domingo um novo encontro com o espanhol Rafael Nadal na decisão de um título.

Djokovic e Nadal já se enfrentaram três vezes nesta temporada, sempre em finais de torneios da série Masters 1000. E o sérvio ganhou todas, em Indian Wells, Miami e Madri. Mesmo assim, o espanhol leva vantagem no histórico do confronto entre eles, com 16 vitórias em 26 jogos disputados. Neste domingo, porém, um novo capítulo será escrito.

Diante dessa incrível temporada, na qual soma seis títulos conquistados (Aberto da Austrália, Dubai, Belgrado, Indian Wells, Miami e Madri), Djokovic já ultrapassou o suíço Roger Federer e assumiu o segundo lugar do ranking. Agora, ele pressiona Nadal para ser o número 1 do mundo, mas a presença na final em Roma mantém o espanhol no posto.

Enquanto Nadal ganhou neste sábado do francês Richard Gasquet por 7/5 e 6/1, Djokovic teve muito mais trabalho nas semifinais em Roma. Contra Murray, que ocupa o quarto lugar no ranking mundial, ele precisou de 3 horas e 2 minutos para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6 e 7/6 (7/2), e manter a sua incrível invencibilidade.

Tudo o que sabemos sobre:
Masters de Romatênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.