Djokovic derrota Simon e avança às quartas no Masters de Paris

Após eliminar Thomaz Bellucci em Paris, o sérvio Novak Djokovic fez mais uma vítima no último Masters 1000 da temporada, nesta quinta-feira. O número 1 do mundo não se intimidou diante da torcida contra e despachou o local Gilles Simon por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, garantindo seu lugar nas quartas de final na França.

Estadão Conteúdo

05 de novembro de 2015 | 13h08

Apesar do triunfo em sets diretos, Djokovic teve trabalho para superar o rival francês. Conhecido pelo eficiente saque, o sérvio perdeu o serviço em cinco games na partida, quatro deles no segundo set. A sequência de quebra, incomum nesta grande fase do tenista, se deveu à irregularidade no saque. Ele acertou apenas dois aces e cometeu três duplas faltas em todo o jogo.

No primeiro set, o duelo começou empolgando a torcida francesa. Simon saiu na frente ao faturar a primeira quebra de saque do jogo. Abriu 2/1, mas não sustentou a vantagem. Djokovic não apenas virou o marcador como também emplacou duas quebras em sequência. Abatido pela reação do rival, o francês cedeu à pressão e perdeu o set inicial.

Na segunda parcial, os dois tenistas protagonizaram um duelo de quebras de saque. Foram nove (cinco a favor de Djokovic) em 12 games disputados. Oscilando no saque, o sérvio só não se complicou na partida porque o adversário também penava para levar perigo com seu serviço. Simon converteu apenas 34% dos pontos quando jogou com o primeiro saque.

Mesmo assim, o sérvio dava chances ao tenista da casa, como aconteceu no décimo game. Sacando para fechar o jogo, Djokovic abusou dos erros (foram 29 não forçados em toda a partida) e acabou cedendo a quebra. Simon, contudo, não aproveitou o momento favorável. Levou outra quebra e viu o favorito confirmar a vitória no game seguinte, após 1h36min.

Nas quartas de final, o líder do ranking terá pela frente o vencedor do confronto entre o francês Jo-Wilfried Tsonga e o checo Tomas Berdych. Eles se enfrentam ainda nesta quinta-feira na quadra dura de Paris.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisMasters de ParisDjokovicSimon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.