Paul White / AP
Paul White / AP

Djokovic é eliminado pelo britânico Edmund na segunda rodada em Madri

Número oito do mundo, Kevin Anderson confirma favoritismo e avança para oitavas de final

Estadão Conteúdo

09 Maio 2018 | 12h10

O sérvio Novak Djokovic voltou a decepcionar. Nesta quarta-feira, o hoje 12º colocado no ranking da ATP foi eliminado na segunda rodada do Masters 1000 de Madri, disputado em quadras de saibro, ao perder para o britânico Kyle Edmund, o número 22 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/3, em 1 hora e 42 minutos.

+ De volta ao saibro, Del Potro estreia com vitória no Masters de Madri

+ Monfils vence e será rival de estreia de Nadal no Masters de Madri

Tentando deixar para trás a decepcionante campanha no Torneio de Barcelona, o seu evento anterior, quando perdeu logo na sua estreia, Djokovic até havia começado bem a sua campanha em Madri ao vencer o japonês Kei Nishikori, mas voltou a mostrar dificuldades para emplacar uma sequência de boas atuações.

Atrapalhado por lesões desde o ano passado, Djokovic também caiu em 2018 nas oitavas de final do Aberto da Austrália e do Masters 1000 de Montecarlo nesta temporada e nas estreias nos Masters de Indian Wells e Miami, ambos nos Estados Unidos. Assim, ele segue na luta para encerrar o seu jejum de títulos nesta temporada.

Campeão em Madri em 2011 e 2016 e vice em 2014, Djokovic havia sido semifinalista desse mesmo Masters 1000 em 2017. Assim, a derrota para Edmund nesta quarta-feira também o levará a perder algumas posições na próxima atualização do ranking da ATP.

No primeiro set do duelo, Edmund e Djokovic trocaram quebras de serviço nos dois games iniciais. Depois, porém, o sérvio passou a cometer muito erros e acabou sendo batido por 6/2. Djokovic conseguiu reagir no segundo set, em que não teve o seu saque ameaçado e converteu dois de três break points para triunfar por 6/2.

A definição do jogo seguiu para o terceiro set. Djokovic desperdiçou ótimas chances no quinto game, quando chegou a liderar por 40/0, mas perdeu três break points. No oitavo, então, teve o saque quebrado e acabou sendo eliminado na sequência. Nas oitavas de final, Edmund terá pela frente o belga David Goffin, o número dez do mundo, que derrotou o holandês Robin Haase, o 44º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3.

Também nesta quarta, o sul-africano Kevin Anderson, o número oito do mundo, venceu o casaque Mikhail Kukushkin, o 96º colocado no ranking, de virada, por 5/7, 7/6 (7/3) e 6/2. Seu adversário nas oitavas de final será o alemão Philipp Kohlschreiber, o 28º colocado no ranking, que bateu o espanhol Roberto Bautista Agut, o número 14 do mundo, por 6/3, 4/6 e 7/5. Já o uruguaio Pablo Cuevas (47º) fez 6/1, 6/7 (2/7) e 6/2 no espanhol Albert Ramos-Viñolas (42º).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.