Djokovic iguala marca de Federer e enfrenta Del Potro

O sérvio Novak Djokovic teve pouco trabalho para avançar à terceira rodada de Roland Garros, nesta quarta-feira, e ampliar sua série invicta na temporada. O número dois do mundo contou com o abandono do romeno Victor Hanescu, lesionado, no terceiro set para vencer a partida por 6/4, 6/1 e 2/3, em 1h29min.

AE, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 13h42

"Nunca é fácil ver um oponente desistir desta forma", lamentou Djokovic, satisfeito com seu desempenho até a desistência do rival. "Acho que joguei bem. Estou muito feliz pelo jeito que venho jogando", comentou o sérvio, que alcançou sua 39.ª vitória no ano, cada vez mais próximo do recorde de 42 triunfos do americano John McEnroe, no início de 1984.

"Eu realmente não estou pensando nesta série. Esta sequência incrível vai acabar. Acho que essa é a abordagem mental mais adequada", afirmou. Ao todo, Djokovic acumula 41 vitórias consecutivas, levando em consideração dois resultados positivos no final de 2010, na Copa Davis. Desta forma, ele igualou as marcas do suíço Roger Federer e do sueco Bjorn Borg, que somaram 41 triunfos em 2007 e 1980, respectivamente. O recordista é o espanhol Guillermo Vilas, com 46, em 1977.

O sérvio, porém, deverá ter trabalho para manter essa série invicta em Roland Garros. Na terceira rodada, ele terá pela frente o argentino Juan Martín Del Potro. O ex-top 10 e campeão do US Open de 2009 eliminou nesta quarta o esloveno Blaz Kavcic, por 6/3, 6/2 e 6/4. "Será um grande desafio para nós dois. Ele é um jogador fantástico, que joga do mesmo jeito em qualquer superfície", comentou Djokovic.

Nesta quarta, o sérvio só encontrou dificuldade contra Hanescu no primeiro set. O romeno manteve o duelo equilibrado até o décimo game, quando cedeu a quebra e viu o rival abrir vantagem no placar. Embalado, Djokovic chegou a abrir 5/0 na segunda parcial, sem sofrer resistência, e venceu o set com facilidade.

Na última parcial, o confronto seguiu sem quebras de saque até o final do quinto game, quando Hanescu alegou dores na perna esquerda para abandonar a partida. Ele já havia solicitado atendimento médico em quadra ao final da segunda parcial.

Ainda nesta quarta, o espanhol David Ferrer, sétimo cabeça de chave, venceu o francês Julien Benneteau, por 6/3, 6/4 e 6/2, enquanto o também francês Gael Monfils bateu o compatriota Guillaume Rufin, por 6/3, 1/6, 6/1 e 6/3. Também avançaram o belga Steve Darcis, o russo Mikhail Youzhny, o ucraniano Sergiy Stakhovsky e o espanhol Albert Montañes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.