Djokovic joga mal, mas vence Bolelli em Cincinnati

Tenista sérvio precisa disputar por duas vezes o tie-break para avançar no Master Series

AE, Agencia Estado

30 de julho de 2008 | 17h18

O sérvio Novak Djokovic teve trabalho, mas conseguiu estrear com vitória no Masters Series de Cincinnati, nos Estados Unidos. Nesta quarta-feira, o número 3 do mundo derrotou o italiano Simone Bolelli por 2 sets a 0, em duas decisões por tie-break - 7/6 (7/2) e 7/6 (7/2).     Veja também:  Ivanovic sofre, mas vence na estréia em Montreal   Por ser um dos oito primeiros cabeças-de-chave do torneio, Djokovic estreou já pela segunda rodada. Agora, nas oitavas-de-final, terá outro italiano pela frente. Será Andreas Seppi, que surpreendeu ao eliminar o checo Thomas Berdych de virada por 2 sets a 1 - com parciais de 5/7, 7/5 e 7/5.   Outra surpresa do dia foi a queda do espanhol David Ferrer. O cabeça-de-chave número 5 perdeu para o equatoriano Nicolas Lapentti por 2 sets a 1 - com parciais de 7/6 (7/2), 3/6 e 6/3.   Sem sustos em suas estréias, o norte-americano James Blake e o britânico Andy Murray passaram às oitavas-de-final com fáceis vitórias sobre o francês Gilles Simon e o norte-americano Sam Querrey, respectivamente.   Atualizado às 19h30 para acréscimo de informação  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.