Maddie Meyer/AFP
Maddie Meyer/AFP

Djokovic leva susto, mas tem bela reação e avança em Cincinnati

Sérvio perdia 3º set por 3 a 0, mas virou para 6/3 sobre David Goffin

Estadão Conteúdo

20 de agosto de 2015 | 16h37

Novak Djokovic levou um susto nesta quinta-feira, em sua segunda partida no Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos. Após vencer o belga David Goffin no set inicial, o número 1 do mundo oscilou na segunda parcial e levou o empate. No terceiro set, o belga abriu 3/0, mas o sérvio buscou a virada e confirmou o favoritismo com parciais de 6/4, 2/6 e 6/3.

Com o suado triunfo, Djokovic se garantiu nas quartas de final do torneio norte-americano. Ele terá pela frente o suíço Stan Wawrinka em clima de revanche no circuito. Wawrinka, que eliminou o croata Ivo Karlovic por 6/7 (2/7), 7/6 (7/5) e 7/6 (7/5) nesta quinta, bateu o líder do ranking na final de Roland Garros, no início de junho.

Para buscar a revanche, Djokovic precisou superar as próprias oscilações na quadra rápida de Cincinnati e a boa fase vivida por Goffin, atual número 14 do mundo. O sérvio mostrou irregularidade no saque durante toda a partida, com 3 aces e 7 duplas faltas. Acabou sofrendo cinco quebras de saque, algo incomum nesta fase em que vem dominando o circuito com facilidade.

Mesmo assim, Djokovic levou a melhor no set inicial. No segundo, contudo, parou nos belos golpes do inspirado Goffin. Sólido no fundo de quadra, o belga disparava bolas vencedoras com facilidade, principalmente em cruzadas, especialidade do rival. Neste ritmo, fez 6/2 no segundo set e empatou a partida.

Embalado, começou a parcial decisiva abrindo 3/0, com duas quebras de saque em sequência sobre o número 1 do mundo. Djokovic, então, "acordou" no set. Venceu quatro games em sequência e virou o placar. Surpreendido pela reação do sérvio, Goffin caiu de rendimento e foi superado em 1h46min.

Também nesta quinta, o checo Tomas Berdych arrasou o espanhol Tommy Robredo por 6/0 e 6/1. Nas quartas de final, o sexto cabeça de chave vai enfrentar o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que avançou na chave ao derrotar o polonês Jerzy Janowicz por 6/3, 3/6 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.