Paul Buck/EFE
Paul Buck/EFE

Djokovic mantém folga na ponta do ranking e Feijão entra no Top 70

Brasileiro ganha duas posições e sérvio tem 4 mil pontos de frente

Estadão Conteúdo

23 Março 2015 | 11h17

O sérvio Novak Djokovic segue folgado na liderança do ranking da ATP. Campeão do Masters 1000 de Indian Wells no último domingo, defendendo a conquista do ano passado, ele permaneceu com 13.205 pontos na atualização desta segunda-feira da lista e pode até ver a sua vantagem ser ampliada nos próximos dias, afinal, o suíço Roger Federer não vai participar do Masters 1000 de Miami.

Djokovic, que somou a 139ª semana como número 1 do mundo, permaneceu com 4 mil pontos de vantagem para Federer, o segundo colocado, que foi derrotado na decisão em Indian Wells pelo sérvio, assim como havia acontecido em 2014. Os finalistas são seguidos no ranking pelo espanhol Rafael Nadal, que caiu nas quartas de final, agora com 5.810 pontos. 

O britânico Andy Murray ficou mais próximo de Nadal, ainda em quarto lugar, ao ser semifinalista em Indian Wells e chegar aos 5.695 pontos. O japonês Kei Nishikori, que caiu nas oitavas de final, é o quinto, à frente do canadense Milos Raonic, semifinalista em Indian Wells, do espanhol David Ferrer, eliminado na terceira rodada, do suíço Stan Wawrinka, que perdeu na segunda rodada, do checo Tomas Berdych, que foi eliminado nas quartas de final, e do croata Marin Cilic, que completa o Top 10 e caiu na segunda rodada em Indian Wells.

Mesmo sem atuar na última semana, o brasileiro João Souza, o Feijão, segue subindo no ranking e agora está na 70ª colocação, se aproveitando das quedas do finlandês Jarkko Nieminen e do sérvio Dusan Lajovic na lista. 

Já Thomaz Bellucci também ascendeu na lista. O brasileiro caiu na estreia no Masters 1000 de Indian Wells e no Challenger de Irvine, ambos nos Estados Unidos, mas ascendeu quatro posições, se tornando o número 81 do mundo. 

Confira o ranking da ATP:

1.º - Novak Djokovic (SER) - 13.205 pontos

2.º - Roger Federer (SUI) - 9.205

3.º - Rafael Nadal (ESP) - 5.810

4.º - Andy Murray (GBR) - 5.695

5.º - Kei Nishikori (JAP) - 5.460

6.º - Milos Raonic (CAN) - 5.160

7.º - David Ferrer (ESP) - 4.580

8.º - Stan Wawrinka (SUI) - 4.515

9.º - Tomas Berdych (RCH) - 4.510

10.º - Marin Cilic (CRO) - 3.370

11.º - Grigor Dimitrov (BUL) - 3.055

12.º - Feliciano López (ESP) - 2.415

13.º - Jo-Wilfried Tsonga (FRA) - 2.245

14.º - Gilles Simon (FRA)- 2.130

15.º - Roberto Bautista Agut (ESP) - 1.975

16.º - Ernests Gulbis (LET) - 1.910

17.º - Kevin Anderson (AFS) - 1.870

18.º - Tommy Robredo (ESP) - 1.800

19.º - Gael Monfils (FRA) - 1.735

20.º - David Goffin (BEL) - 1.631

70.º - João Souza (BRA) - 676

81.º - Thomaz Bellucci (BRA) - 611

152.º - André Ghem (BRA) - 351

196.º - Guilherme Clezar (BRA) - 259

211.º - Fabiano de Paula (BRA) - 231

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.