Srdjan Suki/Efe
Srdjan Suki/Efe

Djokovic perde set, mas rival desiste e Sérvia fica perto de vitória na Davis

Vice-líder do ranking passa por russo após derrota por 6/2 na primeira parcial

Estadao Conteudo

03 Fevereiro 2017 | 22h02

Em seu primeiro jogo depois da decepcionante eliminação na segunda rodada do Aberto da Austrália, Novak Djokovic levou um susto ao perder um set, mas virou a partida e contou com a desistência de Daniil Medvedev na quarta parcial para deixar a Sérvia a uma vitória de triunfar no confronto diante da Rússia, aberto nesta sexta-feira, na quadra dura de Nis (SER), pela primeira rodada do Grupo Mundial da Copa Davis.

O vice-líder do ranking mundial começou mal o duelo desta sexta contra o atual 63º colocado da ATP ao ser surpreendido com uma derrota por 6/3 na parcial inicial, mas depois fez valer o seu favoritismo com vitórias por 6/4 e 6/1 nas duas parciais seguintes e depois contou com o abandono por lesão do seu adversário por lesão após ganhar o primeiro game do quarto set.

Antes de Djokovic vencer, Viktor Troicki colocou a Sérvia na frente ao derrotar Karen Khachancov por 3 sets a 2, com 6/4, 6/7 (3/7), 6/3, 1/6 e 7/6 (8/6), também nesta sexta, para abrir 1 a 0 para os sérvios na melhor de cinco jogos contra os russos deste duelo da Davis.

Desta forma, a Sérvia poderá liquidar o confronto entre os dois países já neste sábado, quando ocorrerá o duelo de duplas. O dia prevê Troicki e Nenad Zimonjic enfrentando Konstantin Kravchuk e Andrei Kuznetsov, que precisão ganharam para manter a Rússia viva neste confronto.

Mesmo que isso ocorra, a Sérvia ainda teria mais duas chances de liquidar o duelo entre as duas nações no domingo, quando Djokovic abrirá o dia em partida contra Karen Khachanov, antes de Troicki encarar Medvedev.

Principal tenista em ação nesta sexta-feira em todos os confrontos da Davis, Djokovic chegou a quebrar por duas vezes o saque de Medvedev no primeiro set do jogo, mas viu o azarão surpreender ao converter quatro de oito break points e fechar o primeiro set em 6/3.

Na segunda parcial, porém, o sérvio começou a reagir. Mesmo tendo o serviço quebrado por mais uma vez, foi feliz em duas de seis chances de ganhar games no saque do rival para fazer 6/4 e empatar o jogo. Já no terceiro set, desta vez sem ser superado com o saque na mão, Djokovic converteu três de quatro break points para ganhar por 6/1. E, logo em seguida, o número 2 do mundo sacou para fazer 1/0 no quarto set e viu seu adversário desistir do jogo por causa de um problema físico.

CAMPEÃ ARGENTINA SE COMPLICA - Mesmo atuando em casa, no piso de saibro do Parque Sarmiento, em Buenos Aires, a atual campeã da Davis, Argentina, abriu de forma ruim a sua campanha na competição em 2017. Sem poder contar com Juan Martín Del Potro e Federico Delbonis, os donos da casa viram os seus dois tenistas escalados para os jogos de simples desta sexta-feira serem derrotados.

No primeiro embate do dia, Paolo Lorenzi colocou a Itália na frente ao aplicar triplo 6/3 sobre Guido Pella. Em seguida, Andreas Seppi abriu 2 a 0 para os visitantes ao derrotar Carlos Berlocq por 3 sets a 1, com 6/1, 6/2, 1/6 e 7/6 (8/6).

Desta forma, os italianos também terão chance de liquidar o confronto diante dos argentinos já neste sábado, quando a partida de duplas prevê Simone Bolelli e Seppi enfrentando Leonardo Mayer e Diego Schwartzman, que entrarão em quadra com obrigação de vitória para levar a decisão do embate para domingo, quando a programação inicialmente determinada conta com Berlocq pegando Lorenzi no primeiro jogo do dia, antes de Pella encarar Fabio Fognini.

CROÁCIA 1 X 1 ESPANHA - Batida em casa pela Argentina na final do ano passado, a Croácia voltou a jogar com o apoio de sua torcida na primeira rodada do Grupo Mundial de 2017. E terminou empatada com a Espanha no dia inicial de duelos na quadra dura em Osijek.

Sem contar com Marin Cilic, seu principal tenista, o país da casa saiu na frente com Franko Skugor superando Pablo Carreño por 3 sets a 2, com 3/6, 6/3, 6/4, 4/6 e 7/6(8/6). Em seguida, porém, Roberto Bautista deixou tudo igual para os espanhóis ao passar por Ante Pavic por 3 a 0, com 6/4, 6/2 e 6/3.

Assim, o duelo entre estes dois países só será definido no domingo, antes do jogo de duplas deste sábado, que prevê a parceria Marin Draganja/Nikola Mektic enfrentanto Feliciano López/Marc López.

A Espanha joga desfalcada de Rafael Nadal, que desistiu de disputar este confronto da Davis depois de ter caído diante de Roger Federer em um jogo de cinco sets na final do Aberto da Austrália, no último domingo, em Melbourne.

ALEMANHA 1 X 1 BÉLGICA - Em outro primeiro dia de duelo entre dois países já encerrado nesta sexta-feira pela Davis, Alemanha e Bélgica também terminaram empatados, em Frankfurt, em piso duro.

Os visitantes saíram na frente com Steve Darcis batendo Phillipp Kohlschreiber por 3 sets a 2, com 6/4, 3/6, 2/6, 7/6 (7/2) e 7/6 (7/5). Em seguida, porém, Alexander Zverev atropelou Arthur De Greef por triplo 6/3 para empatar para os donos da casa. Neste sábado, nas duplas, os locais Jan Lennard Struff e Mischa Zverev enfrentam Robert Bemelmans e Joris de Loore.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
tênisNovak Djokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.