Djokovic se alia ao pai na disputa pelo comando do tênis sérvio

O principal tenista da Sérvia Novak Djokovic mostrou o seu apoio para a iniciativa do seu pai de assumir a federação de tênis do país (TSS) no lugar do atual presidente Slobodan Zivojinovic.

REUTERS

19 de dezembro de 2010 | 14h59

Srdjan Djokovic, o pai do tenista, e Zivojinovic discutiram depois de a Sérvia conquistar o seu primeiro título de Copa Davis no início deste mês com uma vitória por 3 x 2 sobre a França em Belgrado.

"É triste que a situação esteja quase fora de controle, mas mudanças são inevitáveis," disse o tenista número três do mundo Djokovic em seu site (www.novak djokovic.rs).

"A associação de Tênis precisa de pessoas novas para construir, finalmente, um centro nacional de tênis e dar melhores condições para o desenvolvimento dos jovens talentos", acrescentou.

O tenista, que passa férias em Dubai, disse que apóia a tentativa do seu pai e garantiu que "prosperidade e bons resultados vão estar garantidos com a nova diretoria."

Djokovic pai disse, na semana passada, que a TSS não merece nenhum crédito pela vitória da Sérvia na Copa Davis e pediu a renúncia de Zivojinovic. A sua declaração pública recebeu apoio do técnico Bogdan Obradovic e dos jogadores, mas Zivojinovic garantiu que vai concorrer para ficar mais quatro anos na posição.

Zivojinovic, duas vezes semifinalista em Wimbledon, disse que iria criar "um programa realista que evite propostas irreais" se reeleito.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISDJOKOVIC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.