Thibault Camus/AP
Thibault Camus/AP

Djokovic supera dores e avança em Roland Garros; Murray vence

Mesmo sentindo perna direita e costas, sérvio triunfa por 3 sets a 0

Estadão Conteúdo

28 de maio de 2015 | 13h53

Apesar de reclamar de dores na perna direita e nas costas, o sérvio Novak Djokovic manteve o embalo nesta quinta-feira e avançou à terceira rodada de Roland Garros. O número 1 do mundo resistiu bem ao potente saque do luxemburguês Gilles Müller e fechou o jogo por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/4 e 6/4, em 1h46min de duelo.

Em busca da vaga nas oitavas de final, Djokovic vai enfrentar na sequência o jovem australiano Thanasi Kokkinakis. O tenista de 19 anos, uma das surpresas da temporada, alcançou seu melhor resultado em um Grand Slam nesta quinta ao derrubar o compatriota Bernard Tomic com uma grande virada, por 3 a 2: 3/6, 3/6, 6/3, 6/4 e 8/6. Kokkinakis entrou no Top 100 pela primeira vez no início do mês e ocupa atualmente o 84º lugar.

Para buscar sua 24ª vitória seguida no circuito, Djokovic precisou conter o bom saque do rival e superar dificuldades físicas no fim do segundo set. Na primeira parcial, o favorito ao título não teve problemas para dominar a partida. Müller teve fraco aproveitamento com o primeiro serviço e acabou sofrendo duas quebras.

O tenista de Luxemburgo melhorou o rendimento no saque no segundo set e tentou equilibrar o jogo. Mas Djokovic, já embalado, seguia segurando as rédeas da partida. Sacava melhor e era mais consistente no fundo de quadra. Com uma quebra, abriu vantagem no set. Ainda salvou um break point do adversário e encaminhou o triunfo no set.

Antes de fechar, porém, precisou receber atendimento médico em quadra. Ele reclamou de dores na coxa direita, quase na virilha, e nas costas. Em seguida, manteve o ritmo, sem se abalar com as dores e fechou o set.

Diante da aparente dificuldade do sérvio, Müller tentou crescer na terceira parcial. E chegou a faturar uma quebra quando Djokovic já liderava com vantagem. O cabeça número 1 emplacou quatro games seguidos e buscou a vitória sem sobressaltos.

Enquanto o sérvio vencia com certa facilidade, o escocês Andy Murray tinha mais problemas para avançar à terceira rodada. Outro favorito ao título, o tenista britânico perdeu seu primeiro set, diante do português João Sousa, mas não deixou escapar a vitória. Fechou o jogo por 6/2, 4/6, 6/4 e 6/1.

De olho nas oitavas, o campeão de dois torneios no saibro nas últimas semanas vai encarar o australiano Nick Kyrgios, de apenas 20 anos. Kyrgios não precisou entrar em quadra para avançar porque seu adversário, o britânico Kyle Edmund, desistiu da partida.

OUTROS RESULTADOS

O espanhol Rafael Nadal conheceu seu próximo adversário na chave francesa. Será o russo Andrey Kuznetsov, que despachou o austríaco Jürgen Melzer por 6/1, 5/7, 7/6 (7/0) e 7/5. Mais cedo, o dono de nove títulos em Roland Garros venceu o compatriota Nicolás Almagro.

Se Nadal precisa vencer mais uma para alcançar as oitavas de final, o japonês Kei Nishikori avançou direto na chave. Após eliminar o brasileiro Thomaz Bellucci na segunda rodada, o tenista oriental contou com a desistência do alemão Benjamin Becker para ir direto para as oitavas. A partida, que seria disputada na sexta, foi cancelada porque Becker sentiu uma lesão muscular no ombro direito.

Ainda nesta quinta, o belga David Goffin, 17º cabeça de chave, se garantiu na terceira rodada ao bater o colombiano Santiago Giraldo por 6/3, 4/6, 7/5 e 6/2. Seu adversário sairá do confronto entre o local Jeremy Chardy e o norte-americano John Isner.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRoland GarrosDjokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.