Christophe Simon / AFP
Christophe Simon / AFP

Djokovic supera Verdasco e encara surpresa italiana nas quartas em Roland Garros

Sérvio derrotou o espanhol sem grandes dificuldades

Estadao Conteudo

03 Junho 2018 | 15h10

O sérvio Novak Djokovic está classificado às quartas de final de Roland Garros. Neste domingo, o hoje número 22 do mundo avançou no Grand Slam parisiense ao derrotar o espanhol Fernando Verdasco, o 35º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/2, em 2 horas e 25 minutos.

+ Zverev volta a vencer em 5 sets e encara Thiem nas quartas de final em Paris

+ Guga forma time de jovens talentos para criar ‘Batalhão Brasileiro’ no tênis

Essa foi a 11ª vitória de Djokovic em 15 duelos com Verdasco, de quem não perde desde a edição de 2010 do Masters 1000 de Roma. Nesse novo encontro, o começo foi em ritmo lento, com pontos e games muitos longos. Até que Djokovic, mesmo com desempenho irregular, aproveitou vacilo de Verdasco no quarto game para conseguir a quebra de serviço. O sérvio abriu 4/1 na sequência e fechou a parcial em 6/3 sem grandes sustos.

Verdasco começou mal o segundo set, perdendo o seu saque logo no game inicial e passando a exibir irritação em quadra. Mas esboçou reação ao converter break point no quarto game. Só que o espanhol voltou a perder o saque no quinto game. Djokovic ainda desperdiçou a chance de fechar a parcial no nono game, mas não vacilou na sequência, fazendo 6/4 logo após longa parada para atendimento médico de Verdasco por causa de uma bolha no pé direito.

O terceiro set foi o mais fácil para Djokovic. O sérvio conseguiu duas quebras de serviço e fechou a parcial em 6/3 sem grande esforço, avançando às quartas de final de Roland Garros pela 12ª vez na carreira e a nona consecutiva - ele foi campeão em 2016.

O próximo adversário de Djokovic será o italiano Marco Cecchinato, o número 72 do mundo, que surpreendeu ao derrotar o belga David Goffin, o nono colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 4/6, 6/0 e 6/3, em 2 horas e 31 minutos. O duelo entre o sérvio e o italiano é inédito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.