Djokovic suporta pressão de Del Potro e vai à final de Londres

Durante um set, nem mesmo a defesa inabalável de Novak Djokovic conseguiu suportar a força bruta de Juan Martin del Potro, mas o sérvio debelou a tormenta e garantiu uma vaga na final do ATP World Tour de Londres neste domingo.

MARTYN HERMAN, Reuters

11 de novembro de 2012 | 16h07

O número um do mundo aparou uma série de golpes violentos do inspirado argentino antes de virar a partida a seu favor e vencer em parciais de 4-6, 6-3 e 6-2 na célebre Arena O2.

Djokovic, o único tenista do evento com os oito melhores do ano a vencer todas as três partidas classificatórias, enfrentará ou o campeão e defensor do título Roger Federer ou o britânico Andy Murray, que se enfrentam neste domingo a partir das 17h45 (horário de Brasília), na final de segunda-feira.

Ele penou para lidar com o peso da bola de Del Potro no set de abertura e se viu em apuros quando sofreu uma quebra no segundo set, mas novamente mostrou as qualidade que fizeram dele um jogador tão difícil de derrotar.

Djokovic quebrou o serviço de Del Potro duas vezes nos segundo e terceiro sets e conquistou a vitória em duas horas e 11 minutos.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISATPDJOKOVIC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.