David Crosling/EFE
David Crosling/EFE

Djokovic vai às oitavas na Austrália e garante manutenção do 1.º lugar no ranking

Tenista sérvio triunfa em 4 sets e perdeu apenas um em três partidas

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2019 | 10h17

Número 1 do mundo, Novak Djokovic venceu o canadense Denis Shapovalov, na madrugada deste sábado, em Melbourne, e conquistou vaga nas oitavas de final do Aberto da Austrália. Além de avançar no primeiro Grand Slam da temporada, o sérvio garantiu a manutenção na ponta do ranking da ATP, seja qual for o desfecho do torneio.

Djokovic alcançou os 180 pontos que tinha a defender pela participação no Aberto da Austrália do ano passado, portanto ele vai sair de Melbourne com pelo menos 9.135. Já Rafael Nadal, que também se classificou para as oitavas de final, só vai poder chegar a 9.120, caso conquiste os 2.000 pontos destinados ao campeão, dos quais serão descontados 360 pela campanha do espanhol em 2018.

Contra Shapovalov, Djokovic chegou a perder o terceiro set, mas aplicou um "pneu" logo em seguida, para fechar a partida em 3 a 1, parciais de 6/3, 6/4, 4/6 e 6/0. O sérvio havia vencido por 3 a 0 nas duas rodadas eliminatórias anteriores, disputadas contra o norte-americano Mitchell Krueger (6/3, 6/2 e 6/2) e o francês Jo-Wilfried Tsonga (6/3, 7/5 e 6/4).

O desafio de Djokovic nas oitavas de final vai ser contra Daniil Medvedev, cabeça de chave 15. Também na madrugada deste sábado, o russo superou o belga David Goffin, cabeça de chave número 21, por 3 sets a 0, parciais de 6/2, 7/6 (7/3) e 6-3.

Embora já tenha vencido os quatro Grand Slams do circuito, o Aberto da Austrália é aquele em que Djokovic mais teve sucesso na carreira. Ele acumula seis títulos do torneio em Melbourne, contra um de Roland Garros (2016), quatro de Wimbledon (2011, 2014, 2015 e 2018) e três do US Open (2011, 2015 e 2018).

Outro duelo definido para as oitavas de final terá Kei Nishikori, cabeça de chave número 8, que venceu o português João Souza por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (8/6), 6/1 e 6/2. O adversário do japonês nas oitavas de final será o espanhol Pablo Carreño Busta, cabeça de chave número 23, que derrotou o italiano Fabio Fognini por 3 a 1, parciais de 6/2, 6/4, 2/6 e 6/4.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.