Seth Wenig/ AP
Seth Wenig/ AP

Djokovic vê dois tenistas conquistarem o Golden Slam no US Open, seu objetivo da temporada

Australiano Dylan Alcott e holandesa Diede de Groot faturam troféu em Nova York e coroam temporada perfeita

Brian Mahoney, AP

13 de setembro de 2021 | 08h00

Ninguém jamais havia vencido um Golden Slam no tênis em cadeira de rodas até este domingo, quando a façanha aconteceu duas vezes. E Dylan Alcott nunca celebrou da maneira que fez depois de sua vitória. Ele e Diede de Groot conquistaram títulos no US Open, somando-se às vitórias deste ano no Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon, junto com suas medalhas de ouro na Paralimpíada. Eles foram homenageados durante a final masculina entre Novak Djokovic e Daniil Medvedev, vencida pelo russo.

Alcott ergueu seu troféu, derramou uma lata de cerveja nele e bebeu enquanto a multidão gritava. O australiano disse que sempre bebe uma cerveja do troféu quando ganha um título do Grand Slam, e explicou que tinha cerca de 20 conquistas deste porte após sua vitória no último fim de semana em Tóquio.

“Simplesmente ainda não tinha feito diante de 20 mil pessoas e 50 milhões de espectadores assistindo”, disse Alcott. "Não havia chance de eu não mandar aquela cerveja para Arthur Ashe depois de ganhar o Golden Slam. Eu vi que recebi um sorriso de Novak e Medvedev, foi bem legal. Eu não gostaria de ser uma cerveja em Nova York esta noite, porque vou tomar todas, isso é certo", brincou.

Alcott venceu Niels Vink da Holanda por 7/5 e 6/2 para vencer no individual. Já De Groot superou Yui Kamiji, do Japão, por 6/3 e 6/2 na final de simples feminina. Sua celebração foi mais moderada, mas o Slam foi igualmente significativo para a holandesa de 24 anos. "Conseguir esse título é realmente muito especial", disse de Groot. "Nunca mais vou esquecer este momento.''

Steffi Graf, em 1988, foi a única tenista a ganhar os quatro títulos do Grand Slam mais uma medalha de ouro no mesmo ano. Só recentemente se tornou possível no circuito para cadeiras de rodas com a inclusão do programa em Wimbledon, em 2016.

De Groot conseguiu sua vitória domingo antes de Alcott, um jovem de 30 anos que ganhou uma medalha de ouro paralímpica no basquete em 2008 antes de mudar para o tênis. "Nenhum homem jamais ganhou um Golden Slam. Ninguém nunca teve a oportunidade de fazer isso", disse Alcott. “Tive essa oportunidade. Que momento especial. Treinei a vida toda para isso. Então gostei muito da experiência”, avisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.